Metais sanitários e lâmpadas com tecnologia LED são novos sinônimos de economia sustentável no RN

Investimento em novos padrões de consumo garante economia e satisfação dos consumidores

Torneiras que funcionam com simples toque também são tidas como inovação. Foto: Wellington Rocha
Torneiras que funcionam com simples toque também são tidas como inovação. Foto: Wellington Rocha

Carolina Souza
acw.souza@gmail.com

Soluções criativas e eficazes de processos de redução no consumo de água e economia de energia são agora o novo perfil de empresas e residências voltadas à sustentabilidade. Abrir ou fechar uma torneira com um simples toque, por exemplo, além de representar inovação no sistema de acionamento automático, também pode significar uma forma eficiente, confortável e econômica para quem está com as mãos ocupadas ou sujas.

É desse modo que a tecnologia da Delta Faucet, maior empresa mundial em metais sanitários, está conquistando o mercado potiguar. Com investimentos em novos padrões de sustentabilidade, o Armazém Pará, em Natal, conquistou a distribuição desses metais sanitários produzidos pela Delta não só para o estado do Rio Grande do Norte, como também para pequenas e grandes empresas nos estados de Pernambuco, Paraíba e Ceará.

Segundo Marcantoni Gadelha, diretor comercial do Armazém Pará, quem adere a essa nova tecnologia certamente se satisfaz com os investimentos. “Lugares referenciais de Natal já possuem a tecnologia trabalhada pela Delta. O residencial Issa Hazbun, um dos mais modernos da capital potiguar, adotou esses materiais, confirmando os benefícios tecnológicos e de economia de água. Além dele, o estádio Arena das Dunas instalou de acionamento automático em alguns ambientes, bem como os shoppings Natal Shopping e Midway Mall”, destacou.

As vendas dos produtos sanitários estão sendo realizadas pelo Armazém Pará para pequenas, médias e grandes empresas como supermercados, indústrias, hotéis, postos de combustíveis, lojas em geral, que fazem a troca de equipamentos, valorizando a alta performance em consumo de água.

Outra tecnologia que está crescendo em Natal é a de iluminação de LED. A troca das lâmpadas convencionais, incandescentes, por lâmpadas de LED garante melhor qualidade na iluminação e economia na conta de energia no final do mês. “É importante ressaltar que o tipo de iluminação também influencia na saúde das pessoas. A iluminação convencional é cancerígena. O descarte desse produto também é perigoso, por possuir mercúrio, fungos e nós não temos um local em Natal para que o depósito seja adequado”, afirmou Alexandre Magno Dutra, gerente da divisão de iluminação do Armazém Pará.

De acordo com Alexandre Magno, o LED ainda se destaca por ser um produto duradouro e de baixo consumo. “Uma determinação federal estabelece que 30% de toda a iluminação das cidades seja de LED neste ano de Copa. Isso é para evitar até que haja um blecaute por causa da concentração de equipamentos ligados e o alto consumo de energia pelas pessoas”, disse.

Em um comparativo, uma lâmpada convencional tem a durabilidade média de 25 mil horas, enquanto que a lâmpada de LED pode chegar a 100 mil horas. Em novas construções, a escolha pelas lâmpadas de LED gera economia em todo o sistema elétrico, no que diz respeito à quantidade de utilização de cabos e disjuntores, por exemplo. “O LED existe em todas as temperaturas e cores diferentes, podendo ser usado em todo e qualquer segmento”, disse Alexandre.

O Armazém Pará, em parceria com Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), está realizando uma campanha de modo a estimular a troca de lâmpadas convencionais por LED para clientes residenciais. A parceria prevê um desconto de 50% no valor do produto mais subsídio de R$ 20 concedido pela Cosern.

“Uma lâmpada de LED que custa R$ 70, nós estamos vendendo por R$ 35. Porém, o consumidor só para R$ 15 pela lâmpada. O restante do valor é coberto pelo Programa de Eficiência Energética da Cosern”, explica o diretor comercial do Armazém Pará. “Estamos tentando viabilizar uma parceria nesse padrão também para clientes corporativos”.

O consumidor que quiser ser beneficiado pelo Programa de Eficiência Energética basta procurar o Armazém Pará, possuindo em mãos a conta de energia do último mês vigente e a lâmpada incandescente para realizar a troca pelo valor de R$15. Cada cliente poderá fazer até cinco trocas de lâmpadas pelo preço promocional.

Divisão de Engenharia Sustentável

Com foco na eficiência no consumo com a preocupação com o meio ambiente, o Armazém Pará instalou a Divisão de Engenharia Sustentável – setor segmentado em duas categorias de produtos: iluminação em LED e comercialização de metais sanitários voltados para a economia de água.

“O objetivo da Divisão é levar ao consumidor e ambientes residenciais/corporativos novas soluções de economia de água e energia. Para isso, incentivamos o uso de metais sanitários da Delta Faucet, que elimina completamente o contato da água com o corpo da torneira – evitando a contaminação com metais pesados – e a reposição de lâmpadas e luminárias com tecnologia de LED”, explicou Marcantoni Gadelha. “Esses aspectos de sustentabilidade fazem uma grande diferença para o bolso do consumidor e para sua própria saúde”, disse.

Com o surgimento da Divisão, a empresa contratou profissionais especializados para atuar nos dois segmentos. “Nossa atuação, com essas duas categorias de produtos, alcançou quatro estados do Nordeste. Nós somos uma empresa varejista, mas trabalhamos com um foco corporativo, exportando os produtos para diversas empresas e residências que adotaram esse perfil sustentável”, afirmou Gadelha.

Os interessados em investir nas tecnologias de metais sanitários e lâmpadas de led podem procurar uma das três unidades do Armazém Pará em Natal, localizadas nas avenidas Antônio Basílio, Roberto Freire e João Medeiros Filho. O contato para televendas pode ser feito pelo telefone (84) 4008-9308.

Compartilhar:
    Publicidade