Michael Jackson teria simulado casamento com garoto de 10 anos

O astro também teria ciúme do garoto com uma de suas back vocals na época

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Cinco anos após sua morte, Michael Jackson ainda causa polêmica. Nesta terça-feira, o “TMZ” teve acesso ao processo que James Safechuck move contra o astro do pop acusando-o de abuso sexual quando ele tinha apenas 10 anos. James era companhia frequente nos shows de Michael durante a década de 80.

Hoje com 36 anos, o rapaz conta que Michael usava códigos e sinais secretos para falar sobre atos sexuais. “Manteiga de pato”, por exemplo, referia-se a seu sêmen. “Luz brilhante, cidade de tijolo” era usado quando ele estava com ereção. E se queria fazer sexo, ele acariciava a palma da mão de James com o dedo.

Além disso, Safechuck ainda revelou que Michael queria manter uma relação séria com ele, chegando a simular um casamento secreto, com direito a aliança e um certificado do matrimônio. O astro também teria ciúme do garoto com Sheryl Crow, uma de suas back vocals na época, e por quem Safechuck se sentia atraído.

As acusações também citam um lugar frequentado pelo cantor com algumas crianças, onde eles bebiam drinks doces e assistiam a filmes pornográficos, com crianças se masturbando. Procurado pelo “TMZ”, o advogado de Michael, Howard Weitzman, declarou acreditar que o processo não irá para frente, já que foi aberto 20 anos depois das supostas ocorrências.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade