“Mineiro só se mete nos assuntos do DEM, quando tem explicações a dar do PT”

Getúlio citou os escândalos nacionais envolvendo o PT e que Mineiro não fala

65U56U56U5U5U5U5

Além de Rosalba Ciarlini, outro personagem bastante falado – e criticado – durante a sessão da Assembleia Legislativa foi o deputado estadual Fernando Mineiro (PT), definido pelo parlamentar governista Getúlio Rêgo (DEM) como o “paladino da moralidade de hoje”, mesmo tendo sido “o omisso de ontem”. Isso porque, para o democrata, o petista se aproveita para criticar o atual governo e se meter em assuntos do DEM, mesmo tendo explicações a dar pelo Partido dos Trabalhadores.

“Mineiro deve explicar como é que se comprou uma refinaria nos Estados Unidos colocando um prejuízo cujos acionistas foram lesados em mais de 800 milhões de dólares. Mineiro deve explicar ao pessoal do Rio Grande do Norte que ele fez parte de um governo que patrocinou escândalos escancarados do conhecimento da sociedade do Estado e nunca levantou a voz aqui para pedir o impeachment do governo que ele defendeu aqui no plenário”, afirmou Getúlio Rêgo.

“Sobre os democratas, quem vai se pronunciar é a convenção do partido, no próximo dia 15. Mineiro se intromete nos assuntos de outra legenda, quando tem explicações a dar do partido dele”, ressaltou o democrata. “Não se preocupe que o partido não vai se intrometer na situação se vai ser Dilma ou Lula. Sobre o nosso, deliberamos nos”, acrescentou Getúlio.

Compartilhar:
    Publicidade