Miss e atriz de novelas é assassinada a tiros na frente da filha de 5 anos

O homem então disparou contra a miss e o ex-marido, que também morreu

Mónica Spear, morta nesta segunda (6). Foto: Divulgação
Mónica Spear, morta nesta segunda (6). Foto: Divulgação

A miss Venezuela 2004, Mónica Spear, quinta colocada no Miss Universo 2005, morreu nesta segunda (6), aos 29 anos, baleada numa estrada de Puerto Cabello, no Estado venezuelano de Carabobo.

A miss estava de férias na Venezuela, e trabalhava como atriz de novelas na emissora americana Telemundo.

Ao que tudo indica, o carro onde a miss estava com a filha de cinco anos e o ex-marido, o britânico Thomas Henry Berry, bateu ou apresentou algum problema. Enquanto eles telefonavam por ajuda, um desconhecido apareceu e tentou assaltá-los, mas o casal resistiu. O homem então disparou contra a miss e o ex-marido, que também morreu. A filha do casal, de cinco anos, foi ferida na perna.

Também venezuelana, a miss Universo 1996, Alicia Machado, usou o Twitter para lamentar a morte de Mónica e mencionou o “choro constante de milhares de venezuelanos pelo caos e trevas em que vivemos”.

Caso parecido

No ano passado, um caso similar envolveu a miss Venezuela Internacional 2008, Laksmi Rodríguez, baleada no peito ao ser assaltada quando chegava em sua casa em Caracas no carro dirigido pelo namorado, Elías Jihad Wehbe. O casal foi abordado por dois homens armados, que pediram que saíssem do veículo. O noivo da miss tentou fugir dando ré, mas os bandidos começaram a atirar e ele acabou baleado, e não resistiu aos ferimentos.

Em recuperação, Laksmi deixou esta mensagem numa rede social:

— Hoje rezo pela PAZ deste país, e que ninguém tenha que viver esta experiência, que nenhuma família passe por esta dor.

 

“A atual situação do meu país me entristece”

A Venezuela é um dos países mais violentos do mundo. O número oficial de assassinatos é 39 por 100 mil habitantes, segundo o ministro do Interior, Miguel Rodríguez. Mas a ONG Observatório Venezuelano de Violência (OVV) afirma que a taxa real é de 79 assassinatos por 100 mil habitantes.

Diante do cenário de violência crescente na Venezuela, entre outros problemas, a atual miss Universo, María Gabriela Isler, declarou com exclusividade ao Tudo Miss, no mês passado:

— A atual situação do meu país me entristece. Eu sei das dificuldades que as pessoas estão enfrentando lá.

rtgwerg

 

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade