Moradores acusam Prefeitura de destruir árvores frutíferas no Tirol

Segundo relatou Ronald, pés de pinha, goiabeira, mangabeira, cajueiro e coqueiro estavam na ordem de retirada do canteiro

Moradores garantem que foram destruídos pés de pinha, goiabeira e coqueiros. Foto: Divulgação
Moradores garantem que foram destruídos pés de pinha, goiabeira e coqueiros. Foto: Divulgação

Desde a tarde de ontem (2) que homens a serviço da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) estão trabalhando em um canteiro central na Avenida Rodrigues Alves, em Tirol, próximo ao cruzamento com a Rua Mossoró. Segundo a secretaria, o serviço que está sendo realizado diz respeito à limpeza e podação das árvores. Entretanto, moradores e comerciantes alegam que a Prefeitura de Natal acabou destruindo árvores frutíferas plantadas no local.

Ronald Webber, administrador de um self-service em frente ao canteiro central, informou que os moradores e comerciantes da área tentaram impedir a ação da prefeitura, alegando a importância da preservação das plantações. “Eles chegaram aqui dizendo que estava desordenado e precisavam readequar de acordo com as normas de paisagismo. Nós tentamos ajudar, argumentamos a importância das árvores frutíferas, mas fomos ignorados”, disse.

Segundo relatou Ronald, pés de pinha, goiabeira, mangabeira, cajueiro e coqueiro estavam na ordem de retirada do canteiro. “Conseguimos manter alguns, como o cajueiro, mas os outros foram tirados. Eles acabaram com algo difícil de ver pela cidade”, destacou. Através da assessoria de imprensa, a Semsur alegou que a denúncia sobre o serviço foi equivocada.

Conforme informou o órgão, o ‘serviço de limpeza’ está sendo realizado para que o canteiro seja adotado por um empresário. “Essas declarações são equivocadas. Nenhuma árvore foi retirada da área. O canteiro central está sendo limpo para ser entregue ao Império Boaz, que irá adotar a área”, justificou a secretaria.

Compartilhar: