Motorista que assumiu ter bebido e atropelou 10 foliões é liberado

Condutor foi liberado por volta das 19h de ontem diante de um mandado de liberdade provisória mediante pagamento de fiança

Foi libertado na noite desta terça-feira em São Paulo o empresário Sulivan Cândido de Oliveira, 26 anos, acusado de ter atropelado pelo menos 10 foliões durante a passagem de um bloco carnavalesco na zona oeste da capital no último domingo.Segundo a assessoria da Secretaria de Administração Penitenciária, Sulivan deixou o Centro de Detenção Provisória 3, em Pinheiros, por volta das 19h de ontem diante de um mandado de liberdade provisória mediante pagamento de fiança.

O carro do empresário ficou destruído após os atropelamentos. Foto:Divulgação
O carro do empresário ficou destruído após os atropelamentos. Foto:Divulgação

No dia do atropelamento,  Sulivan estava acompanhado pela mulher em seu carro quando, ao passar pela rua Aspicuelta, na esquina com a rua Fidalga, acabou atropelando o grupo de foliões que participava do tradicional bloco de rua Nóis Trupica Mais Não Cai. Segundo a mulher de Sulivan, seu marido havia bebido “duas latinhas de cerveja”. Ela disse ainda que o casal chegou a ser agredido pela multidão após o atropelamento.

O caso foi registrado no 14º DP, em Pinheiros, onde é investigado. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, cinco pessoas que ficaram feridas no acidente receberam alta ainda na noite de ontem. Uma sexta vítima foi transferida para o Hospital das Clínicas, na região central.

Fonte:Terra

 

Compartilhar: