Movimento nas praias urbanas no feriadão ainda é considerado fraco

Situação é motivada pela falta de estrutura nas praias de Natal e que muitos visitantes de fora buscam o litoral sul potiguar

Praia-de-Ponta-Negra---semana-Santa-JA

Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis (ABIH) indicam que 84% dos estabelecimentos hoteleiros da capital potiguar estão com suas vagas ocupadas, durante o feriado prolongado da Semana Santa e Tiradentes. Apesar disso, a situação não se reflete em praias urbanas de Natal, onde comerciantes reclamam do fraco movimento de turistas durante o período.

Em Ponta Negra, o principal cartão postal da capital potiguar, e um dos destinos mais procurados, o comerciante André Luiz afirma que em relação ao ano passado, houve um aumento de turistas, mas que não supriu as expectativas dos vendedores locais. “O movimento de turistas aumentou em torno de 30%, mas não tanto quanto esperávamos”.

Ele ainda afirma que a situação é motivada pela falta de estrutura nas praias de Natal e que muitos visitantes de fora buscam o litoral sul potiguar, especialmente a Praia de Pipa, pelos inúmeros atrativos. “Ano passado, o movimento estava melhor, por decorrência da estrutura que não estava tão precária. Os turistas gostam de caminhar e hoje as obras atrapalham o movimento de pessoas em Ponta Negra, que acabam se direcionando para outros locais” disse.

Apesar de tudo isso, André ainda espera que a movimentação aumente nesses últimos dias de feriado prolongado. “Vi na televisão que os hotéis estão todos cheios. A esperança dos comerciantes é que o movimento aumente, pois dinheiro está difícil” afirmou.

Na manhã deste sábado (19), o mossoroense Daniel Mendonça resolveu aproveitar o feriado prolongado e simpatizou com os atrativos da praia. “Eu tive até outras escolhas de lugares para ir durante esse feriado, mas preferi ficar em Natal, pelas opções e por que temos várias praias em todo litoral potiguar que também podemos desfrutar” contou.

A gerente comercial, Hannah Raiany, veio de Recife para aproveitar o feriado e diz que está gostando de estar novamente em terras potiguares. “Há dois anos, eu passei em Natal e gostei muito. Hoje, estou voltando pela experiência que tive ao passar aqui. O único ponto negativo que a praia apresenta é que com as obras na orla fica difícil se locomover e conseguir estacionar o carro” relatou. Ela ainda afirma que o atendimento dos ambulantes de Ponta Negra deve ser aperfeiçoado para satisfazer os turistas, além de haver uma melhora na infraestrutura da cidade. “Tem que dar uma melhorada, por que eles não sabem abordar os turistas, ficam insistindo e isso incomoda. Eles têm que deixar o turista mais à vontade” contou.

Compartilhar: