Mulher arma assalto e espancamento para vingar suposta traição do marido

Roubo ocorreu no último dia 20, ocasião em que toda família foi feita refém no Jardim Presidente

407873528

Thamires de Azevedo Silva, 24 anos, confessou para o delegado Fábio Peró, da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf) que encomendou o assalto ao marido Lúcio Mendieta Lopes, de 44 anos, por suspeitar que ele estivesse envolvido num relacionamento extraconjugal. O roubo ocorreu no último dia 20, ocasião em que toda a família foi feita refém numa residência na Rua Luís Roncolato, Jardim Presidente, em Campo Grande (MS).

Após o crime, o casal prestou esclarecimentos na Derf, no entanto, o delegado desconfiou da frieza de Thamires, que durante nova entrevista confessou seu envolvimento no crime. Na ocasião, ela revelou que uma adolescente de 16 anos foi quem apresentou Leandro Silva Andrade, de 20 anos, responsável em contratar outros dois comparsas para “dar um susto” em Lúcio.

Thamires negou que tenha prometido qualquer valor em troca do “serviço”, mas admitiu ter revelado a Leandro que seu convivente sempre retornava das vagens com dinheiro da empresa e que poderiam roubar os valores encontrados.

Crime
O fato aconteceu por volta das 20h30min do dia 20, quando dois bandidos encapuzados e armados abordaram Lúcio, no momento em que ele chegava de viagem. Os acusados empurraram o motorista para dentro da casa e o agrediram com chutes, socos e coronhadas, exigindo o malote de dinheiro. Thamires e os dois filhos do casal, de 4 e 8 anos, estavam no imóvel.

Um dos marginais foi até o caminhão, enquanto seu comparsa vigiava. Eles roubaram aproximadamente R$ 4mil e porque não conseguiram encontrar o restante do dinheiro e não quiseram levar cheques, que estavam cruzados.

Antes de fugir, os bandidos subtraíram os aparelhos celulares das vítimas e trancaram a família no quarto do casal.

Lúcio estava com dinheiro porque trabalhava num empresa de vidros e havia recebido dinheiro referente entrega de uma carga.

Em razão das agressões, o motorista fraturou o nariz e foi submetido a cirurgia na Santa Casa.

Prisões
No dia 23 de maio, a adolescente foi localizada e levada até a Derf, onde confessou seu envolvimento e, na presença de sua mãe, revelou que um dos comparsas contratados por Leandro se chama Jheferson Luiz Nogueira da Paixão, 23 anos.

Já na quarta-feira (28), investigadores prenderam Leandro por força de um cumprimento de mandado de prisão. Ele também foi encaminhado à Derf e confessou seu envolvimento, confirmando que indicou Jheferson para cometer o crime junto com Paulo Roberto Rocha Arguelho, de 20 anos.

Leandro contou ainda que no dia do crime, ele e a adolescente levaram Jheferson e Paulo até a casa da vítima e depois deram apoio à fuga, deixando ambos na residência de Jheferson, que foi preso no começo da tarde de quarta-feira na Rua Prudêncio Tomaz, Bairro Zé Pereira.

O acusado tentou fugir, mas foi alcançado e preso. Com ele os investigadores apreenderam um revólver calibre.38, utilizada por ele no roubo. Jheferson foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Já Paulo foi preso minutos depois, uma vez também mora do Zé Pereira.

“Jheferson e Paulo alegaram que somente foram levados a quantia de aproximadamente R$ 500 em dinheiro, pois o restante eram cheques, sendo esse valor dividido somente entre ambos”, contou o delegado Fábio Peró, que indiciou os suspeitos pelo crime de roubo majorado pelo emprego de arma e concurso de pessoas.

 

Fonte: Correio do Estado

Compartilhar:
    Publicidade