Mulher encontrada morta com namorado foi estrangulada com cabo de computador

Casal desapareceu dia 29 de dezembro do ano passado e foi achado morto em janeiro de 2014

Casal estava junto há apenas três meses. Foto:Divulgação
Casal estava junto há apenas três meses. Foto:Divulgação

Sandra Pompermayer de Araújo, de 38 anos,encontrada morta ao lado do namorado em uma estrada entre Sabará e Caeté, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi estrangulada com um cabo de computador. Esta é a conclusão preliminar do laudo de necropsia realizado no corpo da arquiteta. O resultado do exame saiu nessa segunda-feira (10).

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Felipe Morais Forjas Lacerda, embora o exame não possa ser considerado definitivo devido ao avançado estado de decomposição do corpo, tudo indica que esta tenha sido a causa da morte. O objetivo usado pelo assassino foi encontrado ao lado do casal, na mesma estrada.

Sandra e Jardel Alves Mareira, de 35 anos, foram vistos pela última vez no dia 29 de dezembro do ano passado. Somente no dia 8 de janeiro deste ano é que a PM encontrou os corpos do casal na MGT-262. Depois de análises da arcada dentária, as vítimas foram identificadas. Madeira foi enterrado em São José dos Linhares (ES).

Sandra é arquiteta e morava com o filho de 13 anos em BH. O pai do adolescente mora em Maceió, onde o garoto passava férias. Já Jardel trabalhava com a produção de festas e venda de bebidas na capital mineira. O casal estava junto há apenas três meses.

Fonte:R7

Compartilhar: