Mulher mais velha do mundo está “mais ou menos” feliz aos 116

A japonesa Misao Ohkawa é a pessoa mais velha do mundo, completando 116 anos nesta quarta-feira. Ela disse estar "mais ou menos" feliz pelo aniversário

Aos 116 anos, a mulher mais velha do mundo adora comer sashimi e atribui longevidade ao estilo de vida. Foto: Reuters
Aos 116 anos, a mulher mais velha do mundo adora comer sashimi e atribui longevidade ao estilo de vida. Foto: Reuters

Misao Ohkawa, uma japonesa considerada a pessoa mais velha do mundo, fez 116 anos na quarta-feira e comemorou saboreando um bolo decorado com morangos e velas.

Misao Ohkawa ganhou o título desde a morte de Jiroemon Kimura, aos 116 anos, em 2013, que também era de origem japonesa. Ela é a décima pessoa a ter chegado a esta idade e a terceira japonesa que ocupa o cargo de mais velha do mundo.

Ohkawa atribui a sua longevidade a uma dieta saudável e muito descanso. Ela nasceu em 1898, o ano em que os Estados Unidos anexaram as ilhas havaianas, uma nova bebida chamada Pepsi-Cola foi lançada e o USS Maine explodiu no porto de Havana.

Aceitando um buquê de simpatizantes em uma pequena festa na casa de repouso onde vive, na cidade de Osaka, Ohkawa sentou-se próxima ao bolo, que considerou “delicioso”.

Ela usava um quimono rosa com flores e um casaquinho azul para o evento. Questionada se estava feliz por viver tanto tempo, ela respondeu, à mídia local: “mais ou menos.”

Filha de um comerciante de tecidos de Osaka, nascida em 1898, no mesmo dia que o líder revolucionário chinês Zhou Enlai, ela casou-se em 1919. Dois de seus três filhos ainda estão vivos, ambos em seus 90 anos.

Ela é conhecida por seu forte apetite e um de seus alimentos favoritos é o sashimi (peixe cru). Nos últimos seis meses, ela ganhou quatro quilos, informou a mídia japonesa.

O Japão é um dos países com maior longevidade, com cerca de 54.400 centenários, de acordo com o Ministério da Saúde.

 

Fonte: Terra

Compartilhar: