Mulher que sequestrou bebê em hospital é indiciada por cárcere privado

Suspeita se passou por enfermeira do hospital para levar a criança

Recém-nascida foi resgatada no dia seguinte ao sequestro. Foto: Divulgação
Recém-nascida foi resgatada no dia seguinte ao sequestro. Foto: Divulgação

A Polícia Civil indiciou por sequestro e cárcere privado a mulher que sequestrou um bebê recém-nascido na maternidade de um hospital em Porto Alegre.

Luciana Soares Brito, 39 anos, entrou no Complexo Hospitalar da Santa Casa no dia 24 de junho e se passou por enfermeira para levar a criança do quarto da mãe. A menina ficou desaparecida por cerca de 10 horas e a mulher foi presa em flagrante.

A mulher de 43 anos foi encontrada com a ajuda de imagens das câmeras de segurança do hospital e por meio de denúncias. O bebê estava no quarto da mãe, de 35 anos, quando foi raptado. A suspeita se identificou como enfermeira e disse à mãe que levaria a criança para fazer um exame. Ela saiu do hospital com o recém-nascido no colo e pegou um táxi.

A mãe procurou a enfermaria da unidade hospitalar e foi informada que não havia qualquer procedimento agendado para o dia 25 — a menina nasceu no dia 23. A criança foi resgatada e passa bem.

Fonte: R7

Compartilhar: