Mulher que teria sequestrado criança de 4 dias no RN é localizada pela polícia

Mulher chegou a dormir na casa da mãe da criança na noite anterior.

Foto: Ely Suelen Vicente
Foto: Ely Suelen Vicente

A equipe de policiais civis da 1ª Delegacia Regional de São Paulo do Potengi localizou, no final da tarde desta quarta-feira (2), a principal suspeita de ter sequestrado a recém-nascida Helena Vitória, que desapareceu da casa da mãe na manhã de hoje, em Santa Maria, interior do Rio Grande do Norte.

A suspeita, identificada como Maria Eliane Souza das Chagas, passou a noite na casa da mãe da criança. Ela é moradora do município e, mesmo sem ter intimidade com a mãe da vítima, se ofereceu para ir ajudá-la durante a noite, já que o pai do bebê estava trabalhando. Ao acordar pela manhã, a mãe de Helena Vitória percebeu que a criança não estava em seu berço e procurou a polícia.

O bebê foi encontrado no início da tarde dentro de um saco de lixo, no quintal de uma casa que foi alugada pela suspeita semanas antes do seqüestro. Maria Eliane dizia estar grávida, mas há pouco, foi submetida a exames médicos que constataram que a suspeita simulou a gravidez, e que ela está com as trompas ligadas há oito anos.

Maria Eliane foi conduzida à 1ª Delegacia Regional de São Paulo do Potengi para prestar depoimento. Ela será autuada em flagrante no Artigo 237 do Estatuto da Criança e do Adolescente: Subtrair criança ou adolescente ao poder de quem o tem sob sua guarda em virtude de lei ou ordem judicial, com o fim de colocação em lar substituto.

*Fonte: Assessoria / Degepol 

Compartilhar:
    Publicidade