Mulher rasteja em corredor de hospital implorando por analgésico

Margaret, 45 anos, morreu em abril; ela teria sido abandonada pela equipe do hospital

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A cena é de arrepiar. Margaret Lamberty, 45 anos, foi fotografada se arrastando no corredor do hospital do Hospital da Universidade de North Staffordshire, na Inglaterra, implorando por analgésicos. Segundo a família, ela sofria de dores insuportáveis que a fazia agonizar. De acordo com o Daily Mail desta quinta-feira (29), a foto foi feita três dias antes de ela morrer por falência múltipla de órgãos, em 30 de abril

De acordo com a família, a equipe do hospital “abandonou a mulher”, que estava internada desde abril, após sentir fortes dores de estômago. Ela estaria deitada em lençóis manchados de sangue e morreu em decorrência de um coágulo de sangue em seu intestino, que provocou a falência múltipla de órgãos

Margaret tinha um histórico de coágulos de sangue, mas os médicos afirmaram aos familiares que não conseguiram realizar os testes adequados quando ela deu entrada no hospital

A filha da vítima Laura Lamberty afirmou que a mãe sofria de doença arterial, mas estava sob controle

A família explicou à publicação que vai tomar medidas legais contra o hospital. Segundo Laura, a mãe foi largada em uma sala sozinha e morreu com dor agonizante.

“Foi horrível o que ela viveu. Estamos determinados a obter justiça para e descobrir a verdade sobre o que aconteceu. Ninguém deveria passar pelo que ela passou”.

Fonte: R7

 

 

Compartilhar:
    Publicidade