Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão será reaberto nesta terça-feira‏

O Estado do Rio Grande do Norte é privilegiado em matéria de danças da tradição popular folclórica

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (17), a partir das 8h30, a Prefeitura do Natal, através da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), vai reabrir ao público o Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, localizado na Praça Augusto Severo, na Ribeira. Estão previstas na solenidade as presenças do prefeito Carlos Eduardo e do presidente da Funcarte, Dácio Galvão.

O Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão proporciona uma leitura geral da cultura e da tradição do Estado, apresentando a exposição de longa duração denominada de “Atos de Memória: tradição e cultura do povo potiguar”, que está dividida em quatro módulos: O mundo encantado dos folguedos e das danças tradicionais do RN; O mundo mágico: encantos e encantamentos do João Redondo; Saberes e fazeres do povo potiguar e Atos de memória: arte, fé e religiosidade do povo.

O Estado do Rio Grande do Norte é privilegiado em matéria de danças da tradição popular folclórica. O RN mantém vivo os quatro grandes autos populares: Boi, Fandango, Chegança e Congo. E, ainda, Lapinha, Pastoril e Caboclinhos. Além de um grande número de danças populares, desde o Zambê de Tibau do Sul (uma referência nacional) à Sociedade Araruna, única no Brasil, orgulho dos potiguares.

O Museu de Cultura Popular passou por uma reestruturação e reforma que envolveu diversas secretarias da Prefeitura do Natal. Todo o trabalho de pesquisa foi desenvolvido pela equipe da própria Funcarte.

Compartilhar:
    Publicidade