Mutirão médico atende a mais de 600 crianças na zona Oeste

No Mutirão Médico de hoje, cerca de 15 médicos cooperados da Unimed deram sua contribuição

Crianças assistidas pela ONG passaram por diversos exames clínicos. Foto: Wellington Rocha
Crianças assistidas pela ONG passaram por diversos exames clínicos. Foto: Wellington Rocha

Para a Organização Não-Governamental Atitude Cooperação hoje foi o dia C – Dia de Cooperar. Na sede da ONG, na zona Oeste de Natal, um mutirão médico foi acompanhado de apresentações artísticas e atividades esportivas. O evento reuniu cerca de 600 crianças e adolescentes durante a manhã deste sábado (30).

Uma delas foi a Renata Gleysse Souza de Sá de 10 anos. Há cerca de dois meses, ela começou a tocar violino por meio de um projeto da instituição. Mas hoje a estudante foi cuidar da saúde. Ela foi pesada e examinada por médicos voluntários. “Eu to ótima, ó”, disse, mostrando uma ficha com seus dados e resultados de exames clínicos. Depois disso, ela foi à procura da orientação nutricional.

Renata é filha de um motorista e uma dona de casa. A família mora na zona Oeste, região atendida pela ONG. Embora não seja músico, o seu pai tinha o sonho de que a filha fosse musicista. Antes de entrar para Atitude Cooperação, “eu só tocava pandeiro, e olhe lá”, confessou estudante.

Ela ainda não apresentou suas habilidades com o instrumento erudito em público, mas sua mãe já deu um jeito de ver a filha como musicista. “Minha mãe já viu por um vídeo que a minha vizinha gravou. Meu pai ainda não, mas ele falou que ia me dar um violino no meu aniversário” contou.

Por enquanto, Renata não viu grandes dificuldades nas aulas. “É fácil porque o professor ensina bem”. O desejo por aprender a manusear o violino veio depois que ela viu uma menina, de sua idade, tocando o instrumento. A realização do desejo só foi possível na instituição.

A Atitude Cooperação foi fundada em 2006. Sua principal mantenedora é a Unimed Natal. De acordo com a vice-presidente da ONG, Edailna Melo, a cooperativa médica colabora com 50% do orçamento mensal que financia as atividades artísticas e culturais desenvolvidas com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Os outros 50% vem da captação com parceiros.

No Mutirão Médico de hoje, cerca de 15 médicos cooperados da Unimed deram sua contribuição. Todos atuaram como clínicos gerais. Quando necessário, os pacientes receberam encaminhamentos para especialistas. “Essa clientela vai ser atendida nos consultórios também de forma voluntária”, informou.

Nacionalmente, o Dia C de Cooperar é comemorado no dia seis de setembro. O evento é uma convocação para que todas as cooperativas do país realizem ações solidárias e assistenciais. No Rio Grande do Norte, 28 cooperativas dos mais diversos setores realizarão ações até o dia seis de setembro em 12 cidades. A informação é da superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Rio Grande do Norte (Sescoop/RN), Sônia Rocha. A estimativa é que 5 mil pessoas sejam beneficiadas com essas ações.

Compartilhar: