Na Seleção Brasileira, zaga mais cara do mundo tem marca impressionante

David Luiz e Thiago Silva atuaram 12 partidas juntos como titulares com Felipão e não sabem o que é derrota. Último revés do Brasil com a dupla foi em 2011, contra a França

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Depois da contratação de David Luiz pelo Paris Saint-Germain, a Seleção Brasileira conta agora com a dupla de zaga mais cara do futebol mundial. Somando a compra do ex-defensor do Chelsea com a do capitão Thiago Silva, junto ao Milan em 2012, o clube francês gastou 94 milhões de euros com os dois defensores brasileiros (cerca de R$ 318,8 milhões). Porém, se for olhado o desempenho dos dois juntos na Seleção Brasileira se vê que o esforço financeiro vale a pena.

Desde que ganharam oportunidade de atuar juntos com a camisa verde e amarela, David Luiz e Thiago Silva disputaram 25 partidas como titulares e conseguiram números que impressionam. Nestes 25 jogos, o Brasil tomou apenas 13 gols, uma média de 0,52 gol tomado/por jogo. Durante este período, a dupla de zaga mais cara do mundo perdeu apenas duas partidas (contra Argentina, em 2010, e França, em 2011), quando o técnico ainda era Mano Menezes. Somam ainda 20 vitórias e três empates.

Desde que o técnico Luiz Felipe Scolari assumiu o comando da Seleção, ele sempre deixou claro que Thiago Silva e David Luiz eram os titulares da posição. Com o treinador, a futura zaga do PSG não sabe o que é derrota em 12 jogos atuando juntos como titulares. Um dado, porém, que chama atenção é que a média com Felipão é pior do que quando jogaram juntos com Mano Menezes (0,38 gol tomado/por jogo na era Mano contra 0,66 gol tomado/por jogo na era Felipão).

David Luiz não se impressiona com as cifras gastas pelo PSG para sua contratação e adota um discurso de “pés no chão”. “Se não corrermos, tudo isso não vale nada…Isso daqui a um tempo passa e já tem outro. Futebol está ficando caro”, brincou David Luiz em entrevista concedida nesta quarta-feira.

O defensor, porém, mostra que os números positivos são frutos do companheirismo que tem com o amigo Thiago Silva. “Thiago é muito sério, resmungão e humilde. Desde que cheguei na Seleção somos muito ligados. Ele tem princípios muito parecidos com os meus e por isso mesmo quando fomos rivais falamos das coisas com mais naturalidade”.

O zagueiro destacou que ele, Thiago Silva e os outros jogadores da Seleção Brasileira tem história de vida parecidas, com muito sofrimento no início de carreira. “Quando mencionam meu nome ou do Thiago como melhores do mundo sabemos o quanto foi difícil chegar no alto, mas que se manter é ainda mais difícil”, comentou, antes de dizer uma frase de efeito. “Quem acha que já venceu, perde”.

Confira a relação de jogos e a média de gols tomados pela Seleção com David Luiz e Thiago Silva como titulares:

Com Mano Menezes

10/08/2010 – EUA 0 x 2 Brasil

07/10/2010 – Brasil 3 x 0 Irã

11/10/2010 – Brasil 2 x 0 Ucrânia

17/11/2010 – Brasil 0 x 1 Argentina

09/02/2011 – França 1 x 0 Brasil

07/10/2011 – Costa Rica 0 x 1 Brasil

11/10/2011 – México 1 x 2 Brasil

14/11/2011 – Brasil 2 x 0 Egito

28/02/2012 – Brasil 2 x 1 Bósnia

15/08/2012 – Brasil 3 x 0 Suécia

11/10/2012 – Brasil 6 x 0 Iraque

16/10/2012 – Brasil 4 x 0 Japão

14/11/2012 – Brasil 1 x 1 Colômbia

Total: 13 jogos disputados e cinco gols sofridos

Com Luiz Felipe Scolari

25/03/2013 – Rússia 1 x 1 Brasil

02/06/2013 – Brasil 2 x 2 Inglaterra

09/06/2013 – Brasil 3 x 0 França

15/06/2013 – Brasil 3 x 0 Japão

19/06/2013 – Brasil 2 x 0 México

22/06/2013 – Itália 2 x 4 Brasil

26/06/2013 – Brasil 2 x 1 Uruguai

30/06/2013 – Brasil 3 x 0 Espanha

07/09/2013 – Brasil 6 x 0 Austrália

10/09/2013 – Brasil 3 x 1 Portugal

19/11/2013 – Brasil 2 x 1 Chile

05/03/2014 – África do Sul 0 x 5 Brasil

Total: 12 jogos disputados e oito gols sofridos

Veja médias de gols sofridos/por jogo da dupla de zaga da Seleção Brasileira:

Com Mano Menezes – 0,38 gol tomado/por jogo

Com Felipão – 0,66 gol tomado/por jogo

Total – 0,52 gol tomado/por jogo

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade