Natal ainda recebe turistas mesmo depois do fim do mundial

Quem pensavam em trabalhar teve que parar devido jogo

Foto: José Aldenir
Foto: José Aldenir

Marcelo Lima

Repórter

Mesmo depois de três dias de encerrados os jogos da Copa na Arena das Dunas, é possível encontrar turistas que por algum motivo relacionado ao campeonato mundial estão por aqui. É o caso de um grupo de três guatemaltecos que chegaram a Natal na madrugada de hoje.

Um deles é o engenheiro químico que trabalha como comerciante Antonio Estrada. O sobrenome sugere o que ele tem feito no Brasil. Há 12 dias no país da Copa, eles já percorreram três regiões do país. “Saímos da Guatemala e desembarcamos no Rio, conheci é muito bonito. Logo fomos para Belo Horizonte, depois para Brasília. Voltamos outra vez ao Rio e pegamos um avião que nos trouxe para Natal”, disse.

O principal motivo de terem vindo para Natal não foi exatamente os jogos, já que terminaram na cidade, mas sim a beleza da capital potiguar. O grupo de amigos leu uma reportagem em um jornal do país deles sobre todas as cidades visitadas.

De Brasília para o Rio de Janeiro, eles foram de Carro. A viagem durou treze horas. Em seguida, pegaram o avião para Natal e chegaram aqui às 3h da madrugada de hoje. “Não dormimos nada. Saímos de Brasília de carro e chegamos ao Rio. Vamos ficar aqui até depois do jogo e depois vamos para Recife”.

As expectativas criadas depois da leitura da reportagem corresponderam as impressões dos turistas presencialmente. “A cidade é realmente lindíssima, é como a reportagem havia mostrado. As pessoas são doces, as praias são espetaculares. Tem só horas que estão aqui, mas estão muito contentes”, comentou. Eles voltam para a Guatemala no dia 1º de julho.

Turistas por acaso

Quem já está habituado a pegar a estrada por um dever de ofício é o grupo de colegas de trabalho do qual faz parte Donizete Ferreira Chaves. Hoje pela manhã, ele foi a praia de Ponta Negra com mais três colegas caminhoneiros e o filho de um deles. Eles vêm de diversos lugares do Brasil: Paraná, Mato Grosso e Brasília.

“Nós viemos descarregar e por causa do jogo está fechado. Aí, viemos à praia para conhecer”, disse. O setor de abastecimento do supermercado fechou hoje em função do jogo da seleção e só abrirá na segunda-feira. A sorte é que o caminhão de todos possui câmara fria e a carga de carne ficará devidamente acondicionada durante esses dois dias.

O grupo já está adaptado a ouvir os jogos pelo rádio ou fazer paradas excepcionais em função da atuação da Seleção Brasileira. “Todo o jogo a gente passa trabalhando. Caminhoneiro só descansa quando vai descarregar ou quando morre”, brincou. Apesar dos dois dias de folga forçados, eles ficam hospedados dentro do próprio caminhão. “Se Deus quiser vamos assistir o jogo na praia”, disse. Ao saber da Fan Fest na praia do Forte, eles ficaram animados e decidiram se deslocar para a outra extremidade de orla.

 

Compartilhar:
    Publicidade