Natal recebe um dos eventos mais importantes de produção cultural

O Enprocult reúne profissionais de vários estados no IFRN Cidade Alta

Mariland-Brito-Foto-Arquivo-JH

Natal sedia o 4º Encontro Nacional de Produção Cultural, o Enprocult, de 3 a 6 deste mês. Trata-se de um dos mais importantes eventos sobre a profissão do produtor cultural do Brasil.

Sob a coordenação do Campus Natal – Cidade Alta do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), do Ministério da Cultura (Minc) e do Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), o evento reúne diferentes profissionais, gestores, estudiosos e estudantes da Cultura em torno de mesas redondas, oficinas, apresentação de trabalhos acadêmicos, mostras artísticas e vivências culturais.

“Interface entre o Produtor Cultural, as Linguagens Artísticas, a Política Cultural e o Mercado de Trabalho”: em torno desse tema acontecem as discussões políticas, educacionais e organizacionais sobre a profissão do produtor cultural no Brasil. São três mesas redondas com importantes nomes do mercado cultural e da academia, seis oficinas, vinte e quatro trabalhos acadêmicos a serem apresentados e uma mostra artística com 30 bandas e grupos artísticos da cultura popular.

As duas primeiras edições do Enprocult foram realizadas na capital fluminense, pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). A terceira edição foi em Salvador, com organização da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Neste ano, a coordenação do evento fica por conta de alunos, professores e técnicos do Curso Superior de Tecnologia em Produção Cultural do IFRN. “É muito importante essa circulação e interação de produtores culturais, estudantes de Produção Cultural e professores de vários estados. Esta edição daqui de Natal foi bastante esperada por todo mundo, e preciso destacar o esforço fundamental dos nossos alunos na produção do evento para que tudo saia da melhor forma possível. É um momento para debatermos e socializarmos dificuldades, compartilharmos coisas legais entre aqueles que estudam, produzem, promovem e gerem cultura no nosso país”, pontuou Mary Land Brito, coordenadora do curso de Produção Cultural do IFRN.

O encontro reúne cerca de 250 participantes, entre artistas, produtores, estudantes e estudiosos da área de Produção Cultural, não só do Rio Grande do Norte, mas vindos de estados como Paraíba, Ceará, Bahia, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

A graduanda em Produção Cultural do IFRN, Ianne Freire, que integra a comissão do evento ao lado de outros quinze estudantes do curso, sintetiza a importância da experiência: “Esse encontro é uma oportunidade de fazer parte de um processo em construção. Atuar na organização e produção do Enprocult, que pode definir a profissão do produtor cultural, é fazer parte dessa história.”

As atividades, que começaram ontem e seguem até sábado, acontecem no Campus Natal Cidade Alta do IFRN, localizado na Avenida Rio Branco, no Espaço Cultural Rui Pereira, ao lado do Campus, e no Sesc Cidade Alta.

Outras informações no site http://www.enprocult.com.br.

Compartilhar:
    Publicidade