‘Natal Solidário nos Trilhos’ beneficia cerca de 600 crianças potiguares

O evento ofereceu às crianças diversas atividades como apresentações musicais, teatrais e de palhaços, oficina de balão e pintura

Crianças de escolas públicas localizadas próximo à linha férrea participaram de manhã divertida no pátio da CBTU. Foto: José Aldenir
Crianças de escolas públicas localizadas próximo à linha férrea participaram de manhã divertida no pátio da CBTU. Foto: José Aldenir

Fernanda Souza
fernandasouzajh@gmail.com

A manhã desta sexta-feira (13) foi de alegria, diversão, mas também de muito aprendizado para estudantes de escolas públicas localizadas próximo à linha férrea, em bairros como Bom Pastor, Felipe Camarão e comunidades como Lagoa Grande e Massangana, em Ceará Mirim. Mais de 600 crianças entre cinco e dez anos participaram do projeto ‘Natal Solidário nos Trilhos’, no pátio da Estação Natal da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), localizada no bairro da Ribeira.

O evento ofereceu às crianças diversas atividades como apresentações musicais, teatrais e de palhaços, oficina de balão e pintura e ainda muitas guloseimas como pipoca, algodão doce, cachorro quente e picolés. Todas as crianças também foram agraciadas com presentes doados pelos próprios funcionários da CBTU e de empresas parceiras.

Adson Hiego, de 10 anos, estudante do 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Gonçalo Teixeira da Silva, na comunidade de Lagoa Grande, participou pela segunda vez da ação e estava bastante satisfeito. “Este ano a estrutura está maior. Gosto muito das brincadeiras, principalmente do pula-pula, e também adoro churros. Aprendi sobre as estações do trem e como usar o trem de forma mais segura”, disse.

Segundo o diretor da escola, Alex Massenna, o trem faz parte da realidade diária da comunidade e mais de 80% dos habitantes do lugar utilizam o meio de transporte. “Quando fazemos trabalhos sobre cultura não temos como deixar o trem de fora. A própria maquete da escola mostra a estação ferroviária, que existe lá desde 1979, é e um marco para a comunidade, um ponto de referência. A grande maioria dos nossos professores utiliza o trem quase todos os dias, inclusive a vice-diretora e supervisores. Ações assim só fazem aproximar as crianças do trabalho da CBTU e estamos de braços abertos para outros projetos desta natureza”, disse.

O gestor também explica que ações educativas como a realizada na manhã de hoje podem resultar em verdadeiras transformações sociais. “Setores públicos e privados que promovem atividades com crianças estão realizando um grande investimento para o futuro”, reforçou.

De acordo com João Maria Cavalcanti, superintendente da CBTU Natal, o projeto ‘Natal Solidário nos Trilhos’ existe desde 2010, mas esse ano foi ampliado. “Resolvemos dar uma dimensão maior no projeto porque entendemos que para estas crianças é um momento ímpar vivenciarem o clima de Natal e participarem de brincadeiras. Através da ludoterapia, o palhaço não só diverte como ensina a usar o trem de forma mais segura e prevenir acidentes, por exemplo. Vimos que tínhamos dificuldades de ensinar aos adultos sobre preservação das máquinas e estamos orientando a crianças, que são nossos futuros usuários. Essas crianças carentes têm muito a nos ensinar e devemos observar. O trem é um transporte social, que tem tarifa de baixo custo e devemos orientar o nosso público”, destacou o superintendente.

Rafael Albuquerque, coordenador de comunicação e marketing da CBTU Natal, reforça alguns momentos emocionantes do projeto. “O ano passado tinham crianças aqui que tomaram refrigerante pela primeira vez na vida. Outras não sabiam o que era um churros. Acredito que o retorno do projeto é fantástico, pois sabemos que além das brincadeiras e do sorriso estampado no rosto deles, estamos conseguindo reforçar noções de cidadania”.

Compartilhar: