Natalenses elegem interior do RN e cidades litorâneas para Réveillon

Apesar do crescimento de 10% em relação ao ano anterior, movimento ainda é considerado tranquilo

O movimento na rodoviária de Natal está sendo considerado tranquilo nesta véspera de réveillon. De acordo com Rodrigo Wanderley, diretor da Socicam Natal, empresa que administra a rodoviária, este ano os natalenses se programaram para realizar as tradicionais viagens de fim de ano. “Do dia 20 ao 25 de dezembro, o fluxo foi bem distribuído, superando os dias normais. Não houve concentração em um dia específico, como na véspera de um feriado. As pessoas se programaram, de acordo com as oportunidades que tiveram, como alguma folga, mas houve um crescimento de 10% em relação ao mesmo período do ano passado, com o embarque e desembarque de 60 mil passageiros”, disse.

Segundo o diretor, Mossoró continua liderando como destino mais procurado no Rio Grande do Norte, seguido da região do Seridó e houve um acréscimo significativo para cidades litorâneas como João Pessoa, Recife e Fortaleza.

Quanto ao período que antecede o Ano Novo, Rodrigo Wanderley explica que desde a última sexta-feira (27), a circulação de passageiros também é superior ao ano passado, embora esteja bem distribuída ao longo do dias. “Esperamos um bom movimento até o dia 31, com uma expectativa de 70 mil passageiros. Como o movimento está bem distribuído não está tendo a necessidade de ônibus extras, mas as empresas estarão preparadas com frota extra à disposição, caso haja necessidade”.

Rodrigo recomenda que os pais ou responsáveis por menores estejam mais atentos à documentação exigida nas viagens. “É importante muita atenção na documentação de crianças e adolescentes. Até 12 anos é necessário documentação para viajar junto com os pais ou parentes em primeiro grau. Dos 12 aos 18 anos também tem que ter declaração dos pais ou responsáveis. Como estes documentos devem ser registrados em cartório, que não funcionam em feriado ou final de semana, tem que se antecipar para que não ocorra nenhum tipo de problema”, alertou.

Suellen Pereira, de Ceará Mirim, elegeu uma capital nordestina como destino para o réveillon. “Todos os anos, eu e meu esposo vamos à Recife. A gente sempre se programa direitinho para a viagem, mas também sempre compramos as passagens no dia da viagem, de última hora mesmo”.

Thaygo Geovane, morador de Macaíba, estava acompanhado da namorada para viajar para João Câmara, no interior do Estado. Segundo ele, este ano, as viagens de ônibus pesaram a mais no bolso. “As passagens estão mais caras, mas este é o meio de transporte que mais uso. A rodoviária está bem organizada e se modernizando. Acredito que seja uma preparação para a Copa do Mundo”.

Segundo Rodrigo Wanderley, movimento tranquilo pode ser explicado pela distruibuição do fluxo de  passageiros nos últimos dias. “As pessoas se programaram”, diz ele. Foto: Arquivo
Segundo Rodrigo Wanderley, movimento tranquilo pode ser explicado pela distruibuição do fluxo de
passageiros nos últimos dias. “As pessoas se programaram”, diz ele. Foto: Arquivo

REFORMA

Embora a reforma esteja bem adiantada, o diretor Rodrigo Wanderley explica que ainda aguarda a conclusão de obras públicas para finalizar as intervenções na rodoviária. “Ainda falta a Central do Cidadão e a conclusão das obras de mobilidade na avenida Capitão-Mor Gouveia para agilizarmos e fazermos a integração com a rodoviária. Já estamos implantando novas tecnologias, temos sistemas de segurança por câmera e vamos implantar cancelas em janeiro. Modernizar é necessário para melhorar os serviços”, destacou.

Compartilhar: