Nestlé explica porque ovo de páscoa é mais caro que barra de chocolate

Segundo a empresa, a embalagem, o transporte especial e o armazenamento justificam o preço

65u65i6iy34t34y

Uma campanha no Facebook contra os preços altos dos ovos de páscoa viralizou no Facebook. Mais de 25 mil pessoas compartilharam a imagem de um ovo Alpino (Nestlé) de 500 gramas com o valor de R$ 49,99 e uma barra de 170 gramas do mesmo chocolate que custa R$ 2,50. De acordo com a imagem divulgada, multiplicando os valores, o preço justo do ovo deveria ser R$ 7,50.

Além do grande número de compartilhamentos, a imagem já possui mais de 300 comentários. “É chamar o brasileiro de palhaço”, disse Rafael Rodrigo. “Vai explicar isso para uma criança de 4 anos…”, falou Pedro Henrique. Nos comentários também é possível ler críticas sobre o preço estipulado para a barra de chocolates na campanha. “2,50 pegou pesado!…essa barra custa 6 reais!”, afirmou Bruno Fillipe.

Em resposta à Época NEGÓCIOS, a Nestlé afirma que o preço sugerido para o ovo Alpino é de R$ 46,19, e que o da barra é de R$ 4,69. Segundo a empresa, a embalagem, o transporte especial e o armazenamento justificam o preço mais caro do ovo.

Veja a nota na íntegra:

Os ovos de Páscoa são mais caros quando comparados a uma barra de chocolate da mesma gramatura porque sua composição de custo é diferenciada, já que são produtos concebidos não somente para o consumo tradicional, mas para presentear e encantar. Sua produção e distribuição envolve uma série de necessidades específicas, como a contratação de mão de obra temporária, desenvolvimento de embalagens especiais, processo manual de embalagem, armazenamento e transportes especiais, entre outros. De toda forma, as opções tradicionais de produtos continuam disponíveis como uma alternativa de menor preço, sem nenhum reajuste relacionado à época do ano.

 

Fonte: Época

Compartilhar: