Neymar concorrerá ao gol mais bonito pelo quarto ano seguido

No lance, o atacante recebe uma bola ajeitada por Fred e chuta de fora da área, sem defesa para o goleiro Kawashima

Esta é a quarta vez que o brasileiro disputa a premiação. Foto: Divulgação
Esta é a quarta vez que o brasileiro disputa a premiação. Foto: Divulgação

A Fifa anunciou os concorrentes ao prêmio de gol mais bonito do ano. O atacante Neymar, do Barcelona e da seleção brasileira, concorrerá ao Prêmio Puskas pela quarta vez seguida. O camisa 10 do Brasil concorre pelo gol que marcou contra o Japão, na abertura da Copa das Confederações, na vitória do Brasil por 3 a 0.

No lance, o atacante recebe uma bola ajeitada por Fred e chuta de fora da área, sem defesa para o goleiro Kawashima.

Esta é a quarta vez que o brasileiro disputa a premiação. O brasileiro venceu em 2011, com o gol marcado no jogo entre Santos e Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro.

O atacante Zlatan Ibrahimovic, do Paris Saint-Germain, também concorre ao prêmio pela pintura que fez na partida entre Suécia e Inglaterra. O craque deu uma bicicleta de fora da área e fez um golaço de cobertura no amistoso vencido pelos suecos por 4 a 2 no final de 2012 (o centroavante marcou os quatro gols de seu time).

O terceiro concorrente ao prêmio Puskas será o meia sérvio Nemanja Matic. Em um clássico entre Porto e Benfica, pelo Campeonato Português, o camisa 21 benfiquista aproveitou uma bola ajeitada no peito e pegou de sem pulo com a perna esquerda. O lance foi bastante parecido com o gol de Neymar.

Em quatro anos que a Fifa concede o Prêmio Puskas, nunca houve um vencedor que se repetisse. Cristiano Ronaldo foi o primeiro vencedor, em 2009, seguido pelo turco Hamit Altintop, Neymar até chegar ao eslovaco Miroslav Stoch, o último vencedor.

A entidade máxima do futebol escolhe os três finalistas entre os mais bonitos e a eleição do gol mais bonito do ano ocorre por votação popular no site da federação.

A divulgação e consequente premiação do vencedor do Puskas será feita no dia 13 de janeiro de 2014, em cerimônia na Fifa que acontecerá na cidade suíça de Zurique.

 

Fonte: Uol

Compartilhar: