Neymar treina com elenco e deve jogar decisão do Espanhol

O suspense agora gira em torno da forma física de Neymar

Neymar treinou normalmente em véspera de "final". Foto: Divulgação
Neymar treinou normalmente em véspera de “final”. Foto: Divulgação

Entre tantos suspenses no Barcelona durante esta semana, o principal envolvia Neymar. Em recuperação, o atacante treinou apenas moderamente e separado do elenco na quinta-feira, o que aumentou as dúvidas sobre sua presença na decisão deste sábado, contra o Atlético de Madrid, pelo Campeonato Espanhol. Porém, ele voltou a treinar com o grupo nesta sexta, recebeu alta médica e foi confirmado na lista de jogadores relacionados para a partida.

Dois suspenses acabaram cedo no Barcelona. Os defensores Gerard Piqué e Jordi Alba, que também estavam em recuperação, rapidamente entraram no centro de treinamento. Mas Neymar demorou. Entraram os brasileiros que costumam estar ao seu lado, Daniel Alves e Adriano. Entrou o astro Lionel Messi. O elenco já estava quase completo quando o brasileiro enfim apareceu e gerou uma centena de cliques das dezenas de fotógrafos presentes para acompanhar o treino.

Com um edema no pé esquerdo, Neymar tinha treinado de tênis e separado do grupo um dia antes. Desta vez entrou de chuteiras e rapidamente foi se aquecer com seus amigos. Apenas estas atividades foram mostradas para a imprensa. Só depois foi confirmada a alta médica e distribuída a relação de atletas que estão à disposição do técnico Tata Martino.

O suspense agora gira em torno da forma física de Neymar. Sem atuar por um mês, o atacante pode não ter condições de ser titular. Piqué e Alba, que também podem estar fora de forma, aumentam as dúvidas ao redor da escalação do técnico Tata Martino.

Já o treino do Atlético aconteceu mais cedo em Madri, pois o time viajará nesta tarde, chegando por volta das 14h (de Brasília) em Barcelona. A decisão entre os times acontecerá neste sábado, às 13h (de Brasília). Quem vencer conseguirá o título, mas um empate bastará para o Atlético voltar a ser campeão espanhol, o que não acontece desde 1996.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade