Novo aeroporto deve ser inaugurado no início de abril do próximo ano

Com capacidade inicial para embarque e desembarque de até 6,2 milhões de passageiros por ano,

O novo aeroporto do Estado deve ser inaugurado em abril e o primeiro vôo está previsto inicialmente para o dia 3 de abril. Foto: Divulgação
O novo aeroporto do Estado deve ser inaugurado em abril e o primeiro vôo está previsto inicialmente para o dia 3 de abril. Foto: Divulgação

A presidenta Dilma Rousseff oficializou nesta sexta-feira (28) o nome do novo aeroporto que está sendo construído no município de São Gonçalo do Amarante, através de uma parceria público-privada (PPP): Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves. A Lei 12.920 de 24 de dezembro assinada pela presidenta, foi sancionada com a publicação no Diário Oficial da União. O novo aeroporto deve ser inaugurado em abril e o primeiro vôo já tem previsão de desembarcar em São Gonçalo do Amarante: dia 3 de abril.

A proposta, levada ao Congresso Nacional pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves – filho do homenageado -, foi aprovada por unanimidade em todas as comissões e em todas as votações na Câmara e no Senado. O novo aeroporto ocupa uma área de milhões metros quadrados. O aeroporto terá duas pistas de três mil metros de extensão por 60 metros de largura, possibilitando a operação de grandes aeronaves.

Com capacidade inicial para embarque e desembarque de até 6,2 milhões de passageiros por ano, o aeroporto é considerado estratégico para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte.
Nesta sexta-feira (27), o Aeroporto Governador Aluízio Alves também conseguiu a liberação dos recursos para as obras dos acessos. O extrato do contrato entre União, Governo do Estado e Caixa Econômica Federal, para liberação dos R$ 60 milhões que faltavam para a obra, foi publicado ontem do Diário Oficial da União (DOU). As obras de acesso do Aeroporto estão sob coordenação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/RN) e têm recursos totais de R$ 73 milhões, sendo R$ 13 milhões já repassados via PAC. Os outros R$ 60 milhões fazem parte do chamado Financiamento das Contrapartidas do Programa de Aceleração do Crescimento (CPAC).

O DOU traz ainda a publicação de contragarantias firmadas pela União com o Governo do Estado e o Banco do Brasil, que é o agente financiador do Executivo Estadual. A contragarantia é uma das condições para que a União libere os recursos nessa modalidade. O projeto de acesso ao Aeroporto prevê a construção de 33,7 km de estrada duplicada, ligando o aeroporto à BR-406 pelo acesso norte e às BRs 304 e 226 pelo acesso sul. O trecho norte deve ser concluído em março e o do trecho sul, em maio de 2014.

Três frentes de trabalho executam o serviço, com mais de 150 trabalhadores. Em alguns trechos, já se percebe o avanço da fase de terraplenagem. Na via de acesso norte, no trecho próximo ao aeroporto, 800 metros de estrada foram imprimados, ação conhecida como colocação de “piche”, que serve como preparação para o asfaltamento. Falta mais 1,2 km para conclusão desse trecho em serviço. A intensificação do serviço hoje é no trecho norte.

Nos demais percursos, incluindo o acesso sul, a empresa opera em terraplenagem e desmatamento. Entre equipamentos de nível pesado e leve utiliza em torno de 30, sendo oito tratores de esteira.

Compartilhar: