Novo trecho na Romualdo Galvão será interditado nesta segunda-feira

Comerciantes da região temem novos prejuízos causados pela obra do Complexo Viário de Natal

Trecho entre as avenidas Miguel Castro e Lima e Silva será interditado e apenas moradores terão acesso à área. Foto: Wellington Rocha
Trecho entre as avenidas Miguel Castro e Lima e Silva será interditado e apenas moradores terão acesso à área. Foto: Wellington Rocha

Carolina Souza
acw.souza@gmail.com

O trânsito em Lagoa Nova, que diariamente vai perdendo a fluidez devido às obras de mobilidade, ganhará mais um motivo para ser evitado pelos motoristas. O trecho na avenida Romualdo Galvão, a partir do cruzamento com a avenida Miguel Castro – sentido centro/bairro, será interditado a partir de segunda-feira (27). De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), a intervenção faz parte do cronograma já previsto nas obras do complexo viário próximo ao estádio Arena das Dunas.

Segundo o chefe do Setor de Intervenção Viária da Semob, Carlos Eugênio, “o acesso ao local será permitido somente para os moradores do trecho interditado”. Para os demais motoristas que seguem no sentido centro/bairro, a orientação é seguir pela avenida Amintas Barros e acessar a Salgado Filho ou, se preferir, seguir pela avenida Prudente de Morais. Os veículos ligados ao Consórcio Arena das Dunas e a Construtora OAS acessarão as estruturas do estádio pela BR-101.

O maior problema com essa nova interdição será para os comerciantes que possuem lojas no local especificado. Na esquina da Romualdo Galvão com a rua Conselheiro Morton Farias, por exemplo, uma padaria e uma escola de idiomas serão prejudicadas. Na outra esquina da rua, na Prudente de Morais, uma lanchonete também será alvo da queda do número de clientes.

O gerente da lanchonete, Ruan Tales, esclareceu que neste mês de janeiro, comparado a dezembro de 2013, a movimentação na loja já sofreu uma queda de 11%. “Fomos pegos de surpresa com essa nova interdição. Teremos que nos reunir com a diretoria e ver o que iremos fazer diante desse problema”, afirmou.

Ruan conta que ele e outros empresários da região se reuniram com a Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla) ainda no ano passado, onde foi garantido pelo órgão que o comércio local não seria prejudicado com novas intervenções. “Agora teremos que procurar a secretaria novamente e buscar uma solução. Não podemos ser prejudicados desse jeito”, disse.

De acordo com Carlos Eugênio, o prazo para conclusão do Complexo Viário é o mês de maio. “Essa é mais uma etapa da obra que foi iniciada desde outubro do ano passado. Ainda não temos previsão de quando concluiremos esse trecho na Romualdo Galvão, pode ser antes do prazo de finalização da obra”, disse.

O Complexo Viário de Natal conta com a construção de dois viadutos, sendo um estaiado, seis túneis e duas passarelas. O investimento é da ordem de R$ 222 milhões. As obras foram divididas em quatro fases. A primeira compreende a instalação das trincheiras (túnel) na avenida Prudente de Morais e do Viaduto.  A segunda fase contará com a instalação dos túneis nas avenidas Romualdo Galvão, Lima e Silva, Jerônimo Câmara e Capitão Mor Gouveia – atualmente em curso. Na terceira fase será instalado o túnel da rua Raimundo Chaves e na quarta, e última fase, a construção do viaduto ligando a marginal da BR-101.

A ideia é que, após as obras, a velocidade média da avenida Prudente de Morais passe de 40 km/h para 60 km/h, com prioridade para o trânsito de transporte coletivo, saltando dos atuais 100 quilômetros de trechos transitáveis para 300 quilômetros.

Compartilhar: