Novos valores no RN para a gasolina, diesel e etanol entram em vigor hoje

R$ 2,96 para a gasolina, R$ 2,51 para o etanol e R$ 2,46 para o diesel, esses são os valores que devem ser cobrados nas bombas de Natal

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Conselho Nacional de Política Fazendária aceitou a alteração no valor dos combustíveis de 14 estados brasileiros, em vigor nesta terça-feira (1). Com isso, Alagoas, Amazonas, Ceará, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e o Distrito Federal vão utilizar novos PMPF (Preços Médios Ponderados ao Consumidor Final).

Essa tabela, que traz preços de referência para gasolina, óleo combustível, diesel, gás natural veicular e etanol. Ela é usada para determinar tanto o preço nas bombas quanto o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) a ser cobrado pelos estados. Esse reajuste não salva a Petrobras – já que é feita na ponta da distribuição que ela não tem o controle absoluto, o preço para o consumidor final. O reajuste que impacta a Petrobras é feito nas refinarias.

Excetuando São Paulo – que não divulga os valores de referência -, o maior avanço na gasolina foi em Goiás, com alta de 1,39%, para R$ 3,123, enquanto o Amapá teve alta de 1,24%, aos R$ 2,92. Já o maior avanço no diesel foi de 6,41% no Maranhão, para R$ 2,40, enquanto no Acre pulou 3,30%, aos R$ 3,031. No Etanol, o maior avanço foi de Piauí, com alta de 7,85%, aos R$ 2,5609, enquanto o avanço no distrito federal no Etanol foi de 6,86%, para R$ 2,553.

Veja as altas: 

Estado % Gasolina % Diesel % Etanol
Acre 0,465% (R$ 3,371) 3,295% (R$ 3,0314) 3,295% (R$ 3,0314)
Alagoas -0,600% (R$ 3,001) 0,867% (R$ 2,443) 0,867% (R$ 2,443)
Amazonas -0,057% (R$ 3,1341) -0,379% (R$ 2,5472) -0,379% (R$ 2,5472)
Amapá 1,248% (R$ 2,884) 1,989% (R$ 2,513) 1,989% (R$ 2,513)
Ceará 0% (R$ 2,93) 0% (R$ 2,39) 0% (R$ 2,27)
Distrito Federal 0,194% (R$ 3,094) -1,048% (R$ 2,55) 6,865% (R$ 2,553)
Espírito Santo 0% (R$ 2,9839) 0% (R$ 2,4866) 0% (R$ 2,4968)
Goiás 1,399% (R$ 3,08) 1,557% (R$ 2,5639) 3,571% (R$ 2,1957)
Maranhão 0% (R$ 2,888) 6,41% (R$ 2,407) 0% (R$ 2,39)
Mato Grosso 0% (R$ 3,125) 0% (R$ 2,7345) 3,70% (R$ 2,1551)
Mato Grosso do Sul 0% (R$ 3,05) 0% (R$ 2,30) 0% (R$ 1,9712)
Minas Gerais 0% (R$ 3,074) 0% (R$ 2,5503) 0% (R$ 2,1113)
Pará 0% (R$ 3,069) 0% (R$ 2,642) 0% (R$ 2,541)
Paraíba 0% (R$ 3,069) 0,436% (R$ 2,4208) 0,013% (R$ 2,2846)
Pernambuco -0,167% (R$ 2,8741) 1,036% (R$ 2,4956) 1,007% (R$ 2,308)
Piauí -0,473% (R$ 2,8747) -0,136% (R$ 2,4933)  7,850% (R$ 2,5609)
Paraná 0% (R$ 3,05) 0% (R$ 2,48) 4,785% (R$ 2,19)
Rio de Janeiro 0,118% (R$ 3,1229) 0,575% (R$ 2,4856) 3,074% (R$ 2,4608)
Rio Grande do Norte 0,607% (R$ 2,965) -0,122% (R$ 2,46) 0,884% (R$ 2,512)
Roraima 0,949% (R$ 3,16) 0% (R$ 2,73) 4,418% (R$ 2,60)
Santa Catarina 0% (R$ 3,05) 2,439% (R$ 2,52) 4,472% (R$ 2,57)
Sergipe 0% (R$ 2,9095) 0% (R$ 2,4057) 0% (R$ 2,4761)
Tocantins 0% (R$ 3,07) 0% (R$ 2,44) 0% (R$ 2,27)

Fonte: Yahoo

Compartilhar:
    Publicidade