O adeus a um gigante

Janguiê Diniz Mestre e Doutor em Direito Nelson Mandela, ou simplesmente Madiba, o primeiro presidente negro da África do Sul,…

Janguiê Diniz
Mestre e Doutor em Direito

Nelson Mandela, ou simplesmente Madiba, o primeiro presidente negro da África do Sul, faleceu na última semana, aos 95 anos. Mandela é um dos nomes mais citados na história recente, principalmente por suas ações, que se transformaram em símbolo de tenacidade e de luta pela liberdade.

Através de sua autobiografia “O longo caminho para a liberdade”, além das centenas de entrevistas e documentários realizados com o líder, Mandela deixou várias frases que se tornaram atemporais e pelas quais, jovens e adultos de todo o mundo podem compreender os ensinamentos que apenas um ganhador do Prêmio Nobel da Paz é capaz de dar.

Assim como aconteceu com outros grandes líderes, nem toda a história de Mandela foi de luta pacífica. Durante 20 anos liderou uma campanha pacífica e não violenta contra o Governo e as suas políticas racistas, até que, após a morte de 69 pessoas pela polícia durante uma manifestação, em 1960, o levou a optar pela guerrilha como forma de defender sua causa. E por isso, em 1963 foi condenado à prisão perpétua por ofensas políticas, incluindo sabotagem.

Embora tenha ficado preso durante 27 anos, por enfrentar o apartheid, o regime de segregação racial da minoria branca sul-africana, instalado na África do Sul pelo Partido Nacional a partir de 1948, Mandela não foi esquecido. Ao contrário. Sua prisão deu ainda mais força à luta antiapartheid. Ele se tornou símbolo dessa luta e continuou liderando os grupos negros, mesmo estando preso.

Nelson Mandela é o que podemos chamar de verdadeiro Estadista. Estadistas conseguem mudar a história de países e do mundo para melhor e os ditadores para pior. Existem muitos ditadores pelo mundo, no entanto, poucos estadistas.

Em seu discurso de posse como presidente, em 1994, intitulado “Chegou o momento de construir”, o discurso dizia: “Não existe caminho fácil para a liberdade. Sabemos que nenhum de nós consegue, sozinho, alcançar o sucesso. Devemos, portanto, atuar juntos, como um povo unido, para a reconciliação nacional, para a construção da nação, para o nascimento de um novo mundo. Que haja justiça para todos. Que haja paz para todos. Que haja trabalho, pão, água e sal para todos.” Palavras que viraram marco na história.

Outro texto de Mandela está no livro “Líderes e discursos que revolucionaram o mundo”, junto a outros nomes da história como George Washington, Adolf Hitler, Joseph Stalin  e John F. Kennedy. Na transcrição, um trecho chama atenção – “Durante minha vida, dediquei-me a essa luta do povo africano. Eu lutei contra a dominação branca, e eu lutei contra a dominação negra. Eu cultivei o ideal de uma sociedade democrática e livre na qual as pessoas vivam juntas em harmonia e com oportunidades iguais” – Este era o propósito de vida de Mandela, mudar o mundo.

Centenas de líderes mundiais estão reunidos para o funeral de Rolihlahla Madiba Mandela, ou simplesmente Nelson Mandela, que em sua lápide pediu que fosse escrito a frase:  “Aqui jaz um homem que fez o seu dever na Terra”. E que realmente o fez.

 

JOGO JOGADO
O jogo eleitoral potiguar agora entra em uma nova fase, e não é apenas pela chegada do ano novo. A partir de agora, Rosalba Ciarlini só entra no jogo se conseguir reverter sua inelegibilidade na Justiça, isso sem contar a questão de sua viabilidade eleitoral, hoje praticamente inexistente diante do alto desgaste de sua administração. É a luta.

ESPECULAÇÕES
Caso não ocupe a vaga de candidata ao Senado na chapa ao lado do PMDB, é praticamente certa a candidatura de Wilma de Faria ao governo do Estado, contra os peemedebistas. E, dificilmente será contra Garibaldi Filho. Explica-se: o ministro não deverá deixar a vaga no primeiro escalão da equipe da presidente Dilma Rousseff sem saber se precisará ou não disputar o governo novamente em 2014.

PRAZO
Se passar de abril no cargo, mês limite para desincompatibilização de quem deseja ser candidato nas próximas eleições, Garibaldi estará definitivamente fora do jogo. Aí, estará nas mãos da ex-governadora a decisão sobre seu futuro político, e sem a possibilidade de maiores riscos negativos. Hoje, cresce a possibilidade de Wilma tentar voltar para o Centro Administrativo.

EXPECTATIVA
O presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, ainda não confirma, mas pode ser uma das surpresas nas eleições de 2014. Com um trabalho elogiado à frente da instituição e respeitado junto a classe empresarial, pode entrar no jogo e buscar um mandato de deputado estadual ou federal. Em tempo: o empresário é filiado ao PDT, do prefeito Carlos Eduardo Alves.

NA AGENDA
O 5º Fórum de Turismo do RN, que se realizará nos dias 19 e 20 de fevereiro, no Centro de Convenções, já tem 80% de sua grade de painelistas, palestrantes e debatedores pronta. Os patrocinadores também já estão definidos. Paralelamente ao Fórum serão realizados outros dois eventos: a 2ª Mostra de Destinos e Produtos do RN e o Encontro de Agentes de Viagem do RN.

QUASE PRONTO
O estádio Arena das Dunas recebeu neste domingo (15), a visita dos Atletas Ouro dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte. Acompanhados pela secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho e do diretor-presidente da Arena das Dunas, Charles Maia, os atletas fizeram um passeio no entorno do campo e posaram para a foto oficial na arquibancada do estádio.

NEGÓCIOS
A construtora potiguar Capuche, que possui uma central de vendas no Praia Shopping, funcionará em horário especial para atender os clientes durante o fim de ano. A partir de hoje até o dia 21 o stand ficará aberto das 10h às 23h, e no dia 23 das 9h às 23h. A empresa está oferecendo ainda um presente de natal para os novos clientes, por meio da promoção ‘Capuche e você pelo mundo’, que premia quem adquirir um novo imóvel com viagens, cruzeiros ou passagens.

INDUSTRIALIZAÇÃO
O Pró-Sertão termina 2013 com 12 confecções em funcionamento no interior potiguar e a marca de 400 empregos diretos já gerados. Uma grande notícia para um ano tão difícil do governo do Estado. E a expectativa é que o programa chegue ainda mais longe nos próximos anos.

GIRA MUNDO

O cantor Jon Bon Jovi fecha 2013 no topo da lista das maiores turnês internacionais do ano. O levantamento, feito pela revista “Billboard”, mostra que o grupo liderado pelo vocalista tocou para mais de dois milhões de fãs em 90 shows, arrecadando US$ 205 milhões (cerca de R$ 470 milhões). O público brasileiro participou ativamente de todo este montante ao lotar os shows da banda em setembro, em São Paulo e no festival Rock in Rio, na capital fluminense. O ótimo resultado mostra que a banda conseguiu superar alguns desafios durante o ano.

Compartilhar: