O esoterismo e a Copa

O mundo esotérico não está vibrando em favor da seleção de Felipão, pelo menos de acordo com a maioria das…

O mundo esotérico não está vibrando em favor da seleção de Felipão, pelo menos de acordo com a maioria das previsões feitas na virada do ano e publicadas na imprensa. Previsão é pauta obrigatória desde quando Agnelo Alves dava uma de astrólogo.

Fato ou lenda urbana das redações, contam que o pai de Carlos Eduardo ajudou bastante o irmão Aluizio na campanha contra Djalma Marinho publicando ondas negativas no signo do avô de Rogério Marinho, que preferia não arriscar viagens para comícios.

Mas, vamos mesmo ao que interessa. Ou não. Até porque meu ateísmo é muito mais materialista do que o marxismo para levar a sério as coisas ditas místicas, apesar da contrapropaganda feita por meu amigo Jânio Vidal, que outro dia me chamou de xamã.

Vou começar pela manchete do último dia do ano aqui no JH, com o tarólogo local Omar de Oxalá antevendo a vitória da seleção da Alemanha na Copa 14. Em São Paulo, a vidente e médium Márcia Fernandes previu a mesma coisa, com repercussão mundial.

Já a especialista em baralho cigano, a simpática Fernanda Arjona, declarou em rede nacional, na mesa de café da Ana Maria Braga, que o Brasil não ganhará o torneio da FIFA, pois será prejudicado pelos cruzamentos dos jogos. Resta um vice-campeonato.

No Núcleo de Orientação Espiritual, na cidade de Criciúma, a taróloga Gisele Pereira também falou das dificuldades da seleção da CBF e dos problemas que ocorrerão nas cidades-sedes. Ela também prevê que o melhor jogador do time não renderá o esperado.

Rejane Rios, taróloga famosa, cuja casa em Foz do Iguaçu é visitada por celebridades, prevê atropelos para o Brasil e tristeza do povo: “vai ser uma campanha que não vai agradar aos brasileiros. Quero que o time chegue lá, mas não vejo isso nas cartas”.

A astróloga e Radiestesista Titi Vidal, de São Paulo, diz que 2014 será um ano sob a influência do planeta Júpiter (não me perguntem o que isso quer dizer) e trará complicações para a seleção brasileira, que vai ter que suar muito, mas não vencerá.

Já a numeróloga Lígia Schincariol, especialista em Terapia Holística (também não me perguntem) aponta o número 7 como obstáculo ao Brasil (putz, logo a camisa de Garrincha) e é ele, o 7, quem estará vibrando negativamente nos dias dos jogos.

O vidente e premonitor Jucelino Luz, que na Copa 2006 disse que o Brasil perderia para a França e o título ficaria com a Itália (acertou em cheio) e previu um tsunami em Fortaleza (ainda bem que errou), disse que a Argentina vai ganhar a Copa 2014.

A taróloga Lúcia Sindoya, especializada no uso do pêndulo radiestésico, disse que tanto o instrumento quanto as cartas apontaram a derrota do Brasil. Ela não diz quem vencerá, mas afirma que três seleções surpreenderão: Inglaterra, Portugal e Argélia.

Na Bahia de todos os santos, o guru Gil de Salvador informa que 2014 será um ano regido por Xangô e Ogun de Lei, ano de justiça e de guerra, com destaque para os verdadeiros líderes. Na Copa, a disputa será entre Neymar, Cristiano Ronaldo e Messi.

Os búzios de Mãe Kátia de Ogum traçam um ano dominado por Iansã e Xangô, com uma boa influência de Oxalá. Ela diz que vê a Canarinho na semifinal e os jogadores com a letra F se sobressairão. Quem seria, Frank Ribery, Fred, Forlan ou Fábregas?

Um vidente, pelo menos, acredita na vitória do Brasil: o místico potiguar José Ribamar do Nascimento, o Radamés. Ele fez as previsões ao Portal No Ar, mas também disse que o meu Corintians de Caicó poderá ganhar o campeonato estadual de futebol.???

Já o pai de santo e babalorixá Vavá D’Odé, da cidade de Campos-RJ, garante que Espanha, Itália e Uruguai chegarão na Copa desfalcadas e um craque brasileiro será cortado em cima da hora. Os búzios dizem que a Argentina será tri no Maracanã.

Sem querer desrespeitar os esotéricos, os homens santos, os estudiosos das ciências ocultas, acho que as melhores previsões são de quem acompanha futebol todo dia. Por isso, peço aos leitores que gostam do esporte maior que enviem suas previsões. (AM)

 

Imbroglio na padaria
Não apenas um, mas dois advogados de largo conhecimento jurídico, me disseram que a Resolução 135 do CNJ obriga o presidente do TJ a apurar os fatos envolvendo o desembargador Dilermando Mota numa padaria de Lagoa Nova, em 29 de dezembro.

Ano novo
Janeiro de 2014 começa como terminou dezembro de 2013, sem nenhuma novidade no âmbito político, que requer ainda muita conversa, principalmente entre PMDB e PSB que ensaiaram a chapa Fernando Bezerra governador e Wilma de Faria senadora.

Pesquisas
E não adianta ninguém, no aspecto pessoal ou no plano político, lançar fichas nas recentes pesquisas de opinião. Seus resultados mostraram a total indiferença do eleitor com a campanha de outubro, com quase 80% do RN sem nenhuma preferência.

Não é concurso
A afirmação é do deputado federal João Maia (PR), avaliando o nome do empresário Fernando Bezerra, em entrevista à TV Ponta Negra. Considera FB o perfil ideal para gerenciar o estado, mas lembra que governador tem ganhar eleição, ir para as ruas.

Chapas
Em se confirmando as costuras que PMDB e PSB vêm fazendo desde setembro, apontando uma dobradinha com Fernando e Wilma, a chapa adversária poderá reunir Robinson Faria (PSD) e Fátima Bezerra (PT), como vem sonhando Gilberto Kassab.

Protestos
A perspectiva de grandes manifestações populares contra a Copa do Mundo, como as de junho 2013, está levando os ideólogos da esquerda a planejarem arrastões de mascarados e black blocs para atrapalhar os atos de trabalhadores e estudantes.

Efemérides
Muitos fatos importantes fazendo aniversário de 50, 40 e 30 anos em 2014. Trinta anos da campanha das Diretas Já; quarenta anos da conclusão do governo Garrastazu Médici; cinquenta anos da primeira viagem dos Beatles aos Estados Unidos.

Efeméride II
São cinquenta anos da morte de Ary Barroso; quarenta do filme Inferno na Torre, que prefigurou o incêndio da grande tragédia do 11/9; trinta anos dos álbuns “Fullgás”, de Marina Lima, e “Maior Abandonado”, do Barão Vermelho, ambos históricos.

Solidariedade
O colunista torcendo pelos casais Robinson Faria/Julianne e Túlio Rato/Ana Cadengue, que passaram o réveillon dentro de hospitais acompanhando seus filhos adoentados. Que as boas energias do mundo em festa influam no restabelecimento das crianças.

O 11 ideal
O lateral Marcelo, do Real Madrid, é o único brasileiro na seleção dos onze melhores jogadores da liga espanhola em 2013. A seleção ficou assim: Courtois, Iraola, Sergio Ramos, Piqué e Marcelo; Busquets, Isco, Navas e Messi; Ronaldo e Diego Costa.

Compartilhar: