Obras de recuperação no Viaduto do Baldo começam no dia 05 de maio

A obra que tem prazo de execução de seis meses sofrerá um acréscimo de 24% em relação ao preço original

Foto:Divulgação
Foto:Divulgação

As obras de recuperação do Viaduto do Baldo serão retomadas no próximo dia 05 de maio. A definição para o reinício dos serviços no local aconteceu na tarde desta terça-feira (23), após reunião entre o secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura, Tomaz Pereira Neto e representantes da empresa BMB Construções Ltda., que foi a vencedora do processo licitatório inicial para a execução dos trabalhos. A obra que tem prazo de execução de seis meses sofrerá um acréscimo de 24% em relação ao preço original, alcançando um valor final de R$ 2.220.273, 53 (Dois milhões, duzentos e vinte mil, duzentos e setenta e três reais e cinquenta e três centavos).

Tomaz Neto disse que a reunião foi muito proveitosa e está muito otimista com a retomada dos serviços no local. Ele explicou que os engenheiros da BMB Construções Ltda. acataram todas as recomendações do projetista do Viaduto do Baldo, Hugo Pinto, em conjunto com o projeto do engenheiro calculista, José Pereira. O estudo elaborado apontou que não há a necessidade do reforço, mas sim de uma restauração completa da estrutura do equipamento. O secretário informou que a reforma acontecerá por etapas. A primeira delas consiste na recuperação do canal do Baldo, após a finalização desses serviços a empresa responsável pela obra iniciará o processo de restauração em toda a extensão do viaduto.

O secretário explicou que a recuperação do canal que passa por baixo do viaduto será feita com a instalação de uma nova laje sobre a existente, apoiando-a sobre estacas. Na sequência, será iniciado o processo de restauração propriamente dito com a limpeza da ferragem oxidada com jateamento hidráulico, jateamento de ar, pintura antioxidante e por último a aplicação do concreto jateado. Esses serviços serão realizados em toda a extensão do viaduto, onde existir patologias (concreto desagregado e ferragens aparentes).

Concluídos esses reparos, começarão os trabalhos de pintura em Jetgrau (massa corrida antioxidante) que protege a estrutura, oferecendo uma sobrevida maior ao equipamento, com o propósito de evitar novas oxidações. Após isso, o tráfego no local poderá ser liberado.

O titular da Semopi concederá uma entrevista coletiva às 15h00 desta quinta-feira (24), na sede da secretaria, onde dará maiores detalhes do cronograma de obras no Viaduto do Baldo.

Compartilhar: