Onde vai parar?

Os escândalos envolvendo a Petrobras parecem não ter fim. Tudo começou com uma simples denúncia, de uma compra até então…

Os escândalos envolvendo a Petrobras parecem não ter fim. Tudo começou com uma simples denúncia, de uma compra até então equivocada de uma refinaria nos Estados Unidos da América. Mas, a avalanche começou mesmo após uma péssima nota de mea-culpa assinada pela presidente Dilma Rousseff.

A gerentona admitiu para todo o país que autorizou o negócio sem ler a documentação inteira, compra que causou prejuízo bilionário para a Petrobras. Com isso, a estatal que já foi exemplo de administração pública para o mundo, caiu centenas de posições entre as empresas mais valiosas do planeta, e acumulou uma dívida quatro vezes maior nos últimos cinco anos. Um desastre.

Mal sabiam os brasileiros que tudo aquilo era apenas a ponta do iceberg. De lá para cá, em menos de um mês, foi realizada uma grande operação contra lavagem de dinheiro na petrolífera, diretores da instituição foram presos e a suspeita de corrupção cresce a olhos grandes. De certa forma, o péssimo negócio assinado por Dilma virou fichinha do que parece que está por vir.

Hoje, com a abertura de uma CPI para investigar tantas denúncias em sequência, a expectativa em torno do assunto é uma só. Até onde vai todo esse escândalo envolvendo a Petrobras? Não custa lembrar que o mensalão surgiu de uma investigação simples, de um diretor dos Correios, ligado ao PTB. Deu no que deu. E agora? É esperar os próximos capítulos.

ADIAMENTO

O prefeito Carlos Eduardo Alves deseja adiar para maio a votação da reforma administrativa na Câmara Municipal. O gestor quer primeiro resolver a polêmica envolvendo a bilhetagem unificada, assim como evitar divisões internas na própria Prefeitura sobre as mudanças propostas pelo Executivo em sua estrutura, como estava acontecendo. O pedido do prefeito já foi comunicado ao líder Júlio Protásio e ao presidente da Casa, Albert Dickson.

POLÊMICA

Por falar na bilhetagem eletrônica, o presidente do Sindicato do Transporte Opcional (Sitoparn), José Pedro dos Santos, é o entrevistado de hoje do programa Pensando Bem, na TV Câmara. O sindicalista faz graves denúncias e pede até a exoneração da secretária Elequicina dos Santos. Imperdível, às 20h30.

VERGONHA

Ganha a imprensa nacional a notícia de que os turistas mexicanos que virão para Natal durante a Copa do Mundo de 2014, precisarão alugar cerca de 90 ônibus, já que o navio onde se hospedarão no litoral nordestino não tem como passar por baixo da ponte Forte/Redinha, devido a sua altura. Pois é, infelizmente, em 2007, ninguém se perguntou se existiam navios maiores. Lamentável.

QUESTIONAMENTO

Em tempo: o vexame de Natal com a vinda de turistas mexicanos de ônibus foi tema do encontro do presidente do Tribunal de Contas da União com os diretores da Codern, semana passada. O ministro João Augusto Nardes teria criticado a deficiência potiguar e questionado o motivo de se construir um terminal de passageiros em um local onde grandes navios não poderão atracar.

NATAL DIVIDIDA

O pré-candidato a deputado estadual Marcos Freire sugere que os parlamentares potiguares lutem pela possibilidade da zona Norte de Natal se transformar em um novo município do Estado. O argumento é o mesmo utilizado para seis distritos do interior que lutam pela emancipação, e podem ser beneficiados por nova lei federal. Com a ZN separada de Natal, a região atrairia mais recursos e investimentos. Será?

SOCORRO!!!

O Diretório Central dos Estudantes da UnP organiza para hoje a noite um grande protesto na unidade da Avenida Salgado Filho. A manifestação é contra a total insegurança que está tomando conta da região. Assaltos e arrombamentos a automóveis são comuns nos arredores da universidade. Mas, apesar da insegurança, são raras as viaturas policiais nas proximidades.

IMÓVEIS

A Capuche se comprometeu a entregar 564 unidades neste primeiro semestre. Somente este mês, 220 unidades da Capuche serão entregues aos clientes. A expectativa para os próximos dois meses é para a conclusão definitiva do Viver Bem, o primeiro empreendimento da empresa dentro do programa “Minha Casas, Minha Vida”, projetado com seis edifícios que totalizam 360 unidades.

EXÉRCITO CUBANO

Um total de 14 profissionais do Programa Mais Médicos está participando, de hoje até a quarta-feira (16), de uma oficina de acolhimento promovida Secretaria de Estado da Saúde Pública. Os médicos chegaram ao RN na última segunda-feira (7). Treze são cubanos da cooperação entre Brasil e Organização Panamericana de Saúde (OPAS) e um intercambista italiano.

GIRA MUNDO

O texto é da Veja.com. “A construção do Porto de Mariel, em Cuba, ganhou o noticiário porque o governo brasileiro concedeu, via BNDES, um empréstimo de 682 milhões de dólares à ditadura cubana para a obra. Além disso, detalhes da transação foram mantidos em sigilo. Em janeiro deste ano, a presidente Dilma Rousseff esteve na ilha para a inauguração oficial do terminal. Mas a história não acaba aí: um relatório elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostra que Cuba utilizou o Porto de Mariel para abastecer com 240 toneladas de armamento um navio norte-coreano. A operação, realizada há menos de um ano, fracassou porque a carga secreta foi descoberta por autoridades do Panamá, já no caminho de volta à Ásia.”

Compartilhar: