Operação Lei Seca prende mais 24 pessoas por embriaguez ao volante

Blitz aconteceu durante a madrugada do sábado na avenida Eng. Roberto Freire

Foto: Sérgio Costa
Foto: Sérgio Costa

Policiais militares do CPRE e agentes do Detran realizaram, na madrugada do sábado (29), mais uma blitz dentro do programa “Operação Lei Seca”, desencadeado este ano desde o dia 4 de janeiro. Em quatro horas de fiscalização, foram apreendidas 72 Carteiras de Habilitação, sendo 24 pessoas presas por infligir o artigo 165 e 306 da Código Nacional de Trânsito.

Os condutores de veículos como motos e carros comuns, assim como caminhões e ônibus, foram surpreendidos na altura do terceiro semáforo no sentido Ponta Negra/Centro, na avenida Engenheiro Roberto Freire. Em apenas meia hora do início da blitz, oito pessoas já tinham recebido voz de prisão.

Uma psicóloga que não portava documentação alguma, tentou escapar da barreira mentindo para um policial informando que já tinha se submetido ao teste do etilômetro, no entanto, foi orientada a fazê-lo na frente do PM e foi detectado que o índice de álcool estava bem acima do permitido registrando 0,48 mg/litro de ar expelido. A condutora foi presa.

De acordo com o Tenente Styvenson Valentim, comandante da operação, a equipe formada por cerca de 30 homens é altamente treinada para tornar a blitz prática e eficaz tendo como propósito orientar e criar nos condutores de veículos o senso de responsabilidade. “Contamos com uma equipe reduzida que não recebe gratificação alguma para está ali na madrugada salvando vidas. Para se ter ideia, desde Janeiro até hoje proximamente 14 mil condutores foram fiscalizados e mais de mil autos lavrados somente na região Metropolitana”, disse.

O oficial ainda relatou que apesar de várias campanhas veiculadas na mídia, muitas pessoas ainda insistem em fazer a mistura perigosa de álcool e direção colocando dezenas de vidas em risco. Todos os condutores flagrados na operação da madrugada foram conduzidos em um micro ônibus à delegacia de plantão zona Sul da capital no bairro de Candelária.

Fonte: Portal BO

Compartilhar: