OS PROBLEMAS CONTINUAM – Fábio Pacheco

A goleada do Brasil sobre Camarões não animou a desconfiada torcida brasileira. Mesmo diante de um adversário fraco, que deixou…

A goleada do Brasil sobre Camarões não animou a desconfiada torcida brasileira. Mesmo diante de um adversário fraco, que deixou a Copa do Mundo com três derrotas, a Seleção mostrou toda sua fragilidade na defesa. Levamos um gol por conta da lentidão de Daniel Alves que permitiu o cruzamento e depois, pela falta de atenção de David Luiz que não acompanhou o atacante camaronês. Também não foi fácil assistir a falta de combate do meio-campo, que não marcava forte e quando recuperava a bola saia com muita lentidão, facilitando a vida do adversário. Pra piorar, nosso ataque estava quase estático com Fred e Hulk. Mas nem tudo está perdido, Fernandinho e Ramires entraram muito bem no segundo tempo e Felipão deve mudar o time contra o Chile. Mas graças a Deus que temos um jogador chamado Neymar, a alma da Seleção. Quatro gols em três jogos e com um repertório infinito de jogadas. Essa Copa precisa ser dele em todos os quesitos, pois joga muito.

“HOMOFOBIA” NO FUTEBOL

A Fifa decidiu não punir o México por conta dos gritos homofóbicos praticados por torcedores da seleção na partida contra Camarões, pela primeira rodada da Copa do Mundo. A entidade havia aberto um procedimento disciplinar contra o time azteca devido aos gritos de “puto” tradicionalmente usados por torcedores nas cobranças de tiro de meta do goleiro adversário e por isso não foram considerados insultosos.

EURICÃO VEM FORTE

O empresário Fernando Horta, presidente da Escola de Samba Unidos da Tijuca, abriu caminho para o retorno de Eurico Miranda ao Vasco. Tudo porque ele desistiu de participar do pleito. Horta era visto nos bastidores de São Januário como único nome capaz de impedir a vitória do ex-presidente Eurico Miranda, principal nome da oposição e que concorre pela chapa “Volta Vasco, volta Eurico”.

FRED X CHULAPA

Legítimo centroavante da grande área, Fred conseguiu marcar ontem o seu primeiro gol depois de três jogos na Copa do Mundo. O último comandante de ataque brasileiro a demorar tanto tempo para batizar as redes adversárias na fase de grupos de um Mundial foi Serginho Chulapa (1973/1993) em 1982, na Espanha.

DESPEDIDA DE XAVI

A Espanha, atual campeã mundial, se despediu da Copa com uma vitória sobre a Austrália. A partida também marcou a despedida de Xavi Hernández que não voltará a atuar mais com a camisa da Roja. Foram 134 jogos e cem vitórias, com 12 gols marcados pelo meia. Xavi é hoje o segundo jogador que mais vestiu a camisa da seleção. Apenas Casillas, com 156 jogos, tem mais partidas.

PRETO E BRANCO

O ABC vai comemorar os 99 anos de fundação na próxima sexta-feira com o Baile do Preto&Branco, no Olimpo Recepções, às 22h, com open bar e as seguintes atrações: UsKarelho, Pedro Lucas e DJ Luis Couto. Vou festejar! É o título-conceito do baile Preto&Branco que tem vendas de senhas na ABC Store, Banca Cidade do Sol (Tota), Sterbom do Midway e na sede do clube.

TRADIÇÃO ITALIANA

Quem leva a vaga hoje na despedida da Arena das Dunas, Itália ou Uruguai? Pela tradição e peso da camisa os italianos, mas pelo atual momento os uruguaios. Mas vai depender muito do técnico Cesare Prandelli. Se continuar insistindo com Balotelli sozinho no ataque irá mais cedo para casa. Já a Celeste aposta na grande fase de Suárez. Um jogão de bola.

MERCENÁRIOS

A que ponto chegou o ser humano. Documentos confidenciais a respeito da saúde de Michael Schumacher foram roubados e estão sendo oferecidos para órgãos de imprensa da Europa por R$ 150 mil. A polícia investiga o caso para saber como os dados foram furtados.

PRÊMIO MILIONÁRIO

A Caixa Econômica Federal estima que o prêmio da Quina de São João poderá ultrapassar a marca de R$ 100 milhões. O sorteio ocorre na próxima terça-feira, às 20h25 (horário de Brasília), em Campina Grande (PB). Desde a última terça-feira (17), todas as apostas da Quina estão voltadas para o concurso especial.

Compartilhar: