Pacientes da Liga Contra o Câncer celebram o Natal comemorando a cura

Em clima natalino, pacientes, familiares, médicos e funcionários do hospital participaram de uma confraternização

Um dos pontos emocionantes da confraternização foi o depoimento de Roberto Quintiliano, 46 anos, que teve câncer de laringe aos 30 anos. Foto: Divulgação
Um dos pontos emocionantes da confraternização foi o depoimento de Roberto Quintiliano, 46 anos, que teve câncer de laringe aos 30 anos. Foto: Divulgação

A manhã de hoje foi especial para pacientes e familiares da Liga Norte-Riograndende Contra o Câncer, na Casa de Apoio Irmã Gabriela, anexo do Hospital Dr. Luiz Antônio, no bairro das Quintas. Em clima natalino, pacientes, familiares, médicos e funcionários do hospital participaram de uma confraternização, que contou com a apresentação do Coral ‘A Voz do Amor’, formado por 15 integrantes, todas curadas do câncer de mama.

Um pequeno coral formado por seis homens, que foram vítimas do câncer de laringe, também se apresentou. Todos eles cantaram usando a voz esofágica, comum aos pacientes que retiraram a laringe por conta do tumor maligno e que, após reabilitação através da fonoaudiologia, conseguem se comunicar.

Um dos pontos emocionantes da confraternização foi o depoimento de Roberto Quintiliano, 46 anos, que teve câncer de laringe aos 30 anos e após o tratamento ficou totalmente curado. Para Luís Eduardo Barbalho, chefe do departamento de Cirurgia de Cabeça e Pescoço da LIGA, eventos como o desta manhã demonstram os resultados de que é possível a cura. Como coordenador do XV Congresso Brasileiro de Cirurgia de Cabeça e Pescoço, que acontecerá em Natal em setembro do próximo ano, Luís Eduardo acredita que através de exemplos como o da celebração desta quarta é possível despertar nos pacientes a eficiência no trata

Compartilhar: