Padrasto é suspeito de encher corpo de enteada de 3 anos de agulhas

Caso foi denunciado à polícia; suspeito disse que a criança colocou sozinha

Menina ainda tem agulhas espalhadas pelo corpo. Foto: Divulgação
Menina ainda tem agulhas espalhadas pelo corpo. Foto: Divulgação

Uma menina de apenas três anos tem ao menos três agulhas de costura pelo corpo e quatro já foram removidas. A tia da criança denunciou à polícia que o padrasto é suspeito da agressão.

A garota vivia com a mãe na cidade de Atalaia, mas mudou-se para a casa de uma tia em Jacaré dos Homens, cidade do interior de Alagoas. A menina se queixou de dor e, após exames, descobriram as agulhas.

A mulher fez a denúncia e o suspeito, Ronaldo de Oliveira, foi detido em Atalaia para depoimento. Ele negou que tivesse colocado as agulhas e afirmou que a própria enteada fez as perfurações. Ele foi liberado.

A mãe da vítima também foi ouvida pela polícia e disse já ter retirado quatro agulhas do corpo da filha e não soube dizer quem as teria colocado. A polícia informou que segue investigando o caso.

Fonte: R7

Compartilhar: