Pais devem ficar atentos ao contratar transporte escolar para os filhos

Após vistoria, se aprovado, o veículo recebe um selo de aprovação, que deve ser fixado no pára-brisa dianteiro

Em Natal, o serviço de transporte escolar é explorado no regime de autorização. Foto: Divulgação
Em Natal, o serviço de transporte escolar é explorado no regime de autorização. Foto: Divulgação

Mais uma volta às aulas e além da preocupação com a compra do material escolar dos filhos, os pais também precisam observar outro quesito muito importante, o transporte escolar. Na hora de escolher a prestadora do serviço que vai levar seus filhos para a escola todos os dias, os pais devem ficar atentos a algumas dicas essenciais.

Em Natal, o serviço de transporte escolar é explorado no regime de autorização, concedida pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). A autorização é dada após processo em que condutores e veículos atendem a requisitos estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro e a legislação municipal. Para obtê-la, o veículo tem que passar por uma vistoria e são liberados apenas os que apresentam as condições adequadas e os itens de segurança necessários. Após vistoria, se aprovado, o veículo recebe um selo de aprovação, que deve ser fixado no pára-brisa dianteiro. A vistoria feita pela Semob ocorre semestralmente, mas os pais também devem ficar atentos à conservação e a manutenção do veículo ao longo dos meses.

Uma dica importante para os pais na hora de contratar o serviço de transporte escolar é pedir referência aos pais de outros alunos e verificar se a escola do filho tem indicação de motoristas que já fazem o transporte de outros alunos da instituição. Os pais devem observar também se o veículo tem autorização do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran) para fazer o transporte. Os pais podem verificar ainda se o condutor do veículo é maior de 21 anos, se fez o curso de capacitação exigido e se possui carteira de habilitação da categoria D.

O diretor de Operações e Permissões da Semob, Gabriel Silva, os pais não devem contratar qualquer transporte sem antes fazer algumas observações. “Os pais devem observar se o transporte é dotado de faixas amarelas e a informação com nome ‘escolar’ de cor preta na lateral do veículo e em sua parte traseira, verificar se existe o número da permissão também inseridos na parte lateral do veículo e na traseira, além de observar se o veículo está com selo de vistoria e alvará devidamente em dia”.

Hoje, a frota de transportes escolar de Natal em operação é formada por 269 veículos. E para prestar o serviço, os veículos devem, obrigatoriamente, apresentar alguns itens de segurança, como o extintor de incêndio, cinto de segurança para todos os ocupantes e vidros com limitador de abertura.

Os pais que observarem alguma irregularidade com o transporte devem informar ao proprietário do veículo e caso o problema não seja resolvido deve entrar em contato com a Semob através do telefone 156.

Compartilhar: