Pâncreas artificial promete acabar com injeções de insulina

Aparelho do tamanho de um relógio de pulso pode ser cirurgicamente implantado no abdômen

Injeções de insulina para os diabéticos poderão em breve ser uma coisa do passado. Foto: Getty Images
Injeções de insulina para os diabéticos poderão em breve ser uma coisa do passado. Foto: Getty Images

Cientistas britânicos da Universidade de Montfort, em Leicester, desenvolveram um aparelho que promete revolucionar o tratamento do diabetes. O dispositivo funciona como um pâncreas artificial, liberando insulina na corrente sanguínea. A informação é do site Daily Mail desta sexta-feira (24).

De acordo com a publicação, o equipamento pode ser implantado no abdômen.

O refil de insulina do dispositivo deve ser recarregado a cada duas semanas por meio de um catéter [tubo fino].

Segundo o professor de farmácia da Universidade de Montfort Joan Taylor, o  dispositivo irá garantir que as doses sejam cada cada vez mais precisas. O aparelho deve ser inserido cirurgicamente.

— Este dispositivo é barato e simples de usar. Ele tem o potencial de trazer um fim às injeções diárias para diabéticos.

Testes em humanos devem começar em 2016 e os pesquisadores esperam que os primeiros implantes entrem no SNS (Sistema Nacional de Saúde) dentro de uma década.

 

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade