PARABÉNS!!! – Túlio Lemos

Hoje, 4 de julho, é aniversário de meu pai, Afonso Lemos, motivo de orgulho e de alimentação de minha vida.…

Hoje, 4 de julho, é aniversário de meu pai, Afonso Lemos, motivo de orgulho e de alimentação de minha vida. Exemplo de caráter e emoção pura. Pai, marido, irmão, avô, tio, amigo, tudo no superlativo e sem arrependimento. ‘Meu querido, meu velho, meu amigo’, dou minha vida pela sua. TE AMO PARA SEMPRE.

PASSADO

O deputado Henrique Alves foi entrevistado na 98 FM por Felinto Rodrigues e Robson Carvalho. Em determinado momento, Carvalho questionou o discurso do filho de Aluízio, de salvar o RN; para fundamentar sua pergunta, enumerou vários casos em que Henrique apoiou praticamente todos os governadores do Estado.

INCOMODADO

Henrique Alves não gostou da pergunta que relembra seu passado e disse: “Não sabia que você tinha uma memória tão boa sobre a história política do Rio Grande do Norte. Ah não, você está lendo, alguém escreveu pra você ler”. Depois, o filho de Aluízio completou, para fugir do incômodo: “Eu não vou ficar nessa discussão a vida inteira, todos um dia já estiveram juntos uns com os outros”.

AGREGADOR

A imprensa agora precisa ter cuidado com o que for perguntar a Henrique. Afinal, o aparente agregador, que quer o fim do radicalismo, não admite questionamentos a respeito de seu passado de apoio a governos, adesões e alianças com adversários. O agregador não gosta de perguntas indigestas.

PASSADO

Henrique também já estabeleceu qual o mote da campanha eleitoral: “Temos que debater o que é melhor para o Rio Grande do Norte e não sobre o passado de cada um”. Com isso, está decretado o fim de discussões sobre o passado de nossos políticos. Afinal, passado só deve ser lembrado quando é positivo.

RADICALISMO

O ex-deputado federal Ney Lopes, foi certeiro a respeito do tal fim do radicalismo na campanha: “Como admitir-se uma campanha morna, sem vida, sem possibilidade do eleitor conhecer “quem é quem?”.

RADICALISMO II

Segue o que pensa Ney Lopes a respeito do tema: “O radicalismo, que deve ser combatido, é outra coisa totalmente diferente. É a lesão direta a dignidade e a imagem das pessoas, sem provas ou fatos concretos.

Quando há provas e fatos reais e concretos, tudo deve ser levado (ou revivido) à opinião pública, para que o eleitor conheça e decida na hora de votar. A política livre e democrática é praticada assim, em qualquer parte do mundo. Se não for dessa maneira, a impunidade política estará assegurada”.

RADICALISMO III

Perfeita a avaliação do ex-deputado Ney Lopes a respeito do radicalismo. Afinal, essa história de fim do radicalismo só interessa a quem quer esconder seu passado. O que deve ser combatido com rigor é o uso de mentiras, leviandades, distorções. Falar a verdade não deve ser proibido em campanha política. Isso tem sido exceção, mas precisa virar regra.

PAPELÃO

O que dizer do que houve em relação a tentativa de posse do deputado Dibson Nasser, mesmo após determinação judicial para voltar a ser deputado?

SÃO PEDRO

O prefeito de Santo Antonio do Salto da Onça, Lula Ribeiro, encontrou uma maneira de manter a tradição da festa de São Pedro: Conseguiu com amigos e comerciantes, patrocínio para pagar as bandas e animar a festa. Não gastou nenhum centavo da Prefeitura.

Compartilhar: