Paratletas potiguares ganham Bolsa Pódio, do Governo Federal

Adriano Gomes e Maria Luzineide foram contemplados pelo Ministério do Esporte

adria

O Bolsa Pódio, do Ministério do Esporte, contemplou mais 23 atletas do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), de sete modalidades. O CPB chega assim a 82 inscritos no programa, que prevê mais recursos para atletas com chances de medalha nos Jogos do Rio 2016. Contando os nomes das modalidades olímpicas, o total da Bolsa Pódio atinge agora 199 beneficiados. A nova lista dos paraolímpicos, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 22 de maio de 2014, tem 11 nomes do atletismo, dois da canoagem, um do tênis de mesa, cinco da natação, dois do halterofilismo, um do ciclismo e um do tiro esportivo. Entre eles, estão os potiguares Adriano Gomes e Maria Luzineide dos Santos.

Atletismo e natação seguem com as maiores quantidades dos paraolímpicos: 35 e 19, respectivamente. O tiro esportivo ainda não tinha beneficiados com a Bolsa Pódio, mas com Geraldo Von Rosenthal passa a integrar a lista das modalidades, que agora somam 11. Além das sete da nova publicação, em 2013 já havia representantes de bocha, judô, remo e esgrima.

Edílson Alves da Rocha, o Tubiba, diretor técnico do CPB, destaca a importância da concessão de mais 23 Bolsas Pódio por conta da segurança e tranquilidade aos atletas que, assim, têm chance de “se dedicar 100% aos treinamentos”. Para ele, o aumento do número de beneficiados é fundamental para se cumprir a meta de ficar entre os cinco primeiros no quadro de medalhas dos Jogos Paraolímpicos do Rio 2016.

Compartilhar: