Parnamirim quer ser a primeira cidade totalmente saneada do NE

Nova ETE vai beneficiar em torno de 20 mil famílias com a coleta e o tratamento dos efluentes

Prefeito visita obra ETE destrito Federal (23)

O prefeito Maurício Marques, acompanhado de alguns secretários municipais, visitou hoje as obras da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), em construção no Distrito Industrial, na divisa com o município de macaíba. Quando estiver em operação, ela irá receber os efluentes dos bairros do Centro, Boa Esperança, Parque de Exposições, Rosa dos Ventos, Passagem de Areia, Santos Reis, Monte Castelo e Vida Nova. A obra – incluindo a rede coletora, o emissário final, as ligações e a estação elevatória – está orçada em R$ 55 milhões.

De acordo com o prefeito, a obra deverá ser concluída em dezembro de 2015, completando a primeira etapa do saneamento básico de Parnamirim. “A segunda etapa [do saneamento] será realizada com recursos da ordem de R$ 180 milhões, oriundos do PAC-2, assegurados pela presidenta Dilma Rousseff”, comentou.

56u67i7oi78o87o

Maurício enfatizou que, após a conclusão da segunda etapa, Parnamirim será “a primeira cidade do Nordeste a ser totalmente saneada”.

O secretário de Obras, Naur Ferreira, destacou que a nova ETE vai beneficiar em torno de 20 mil famílias com a coleta e o tratamento dos efluentes. Ele observou que a ETE de Liberdade e Primavera, já em funcionamento, atende cerca de 20 mil pessoas daqueles dois bairros.

Ainda segundo Naur Ferreira, a rede coletora instalada abrange 106 km. Os bairros cobertos integram as bacias 3, 5 e 7. A ETE está sendo construída pelo método modular, o que permitirá sua ampliação futura para que possa receber os efluentes de outros bairros.

A ETE Parnamirim irá empregar o processo de tratamento de iodos ativados com aeração prolongada de fluxo contínuo. A capacidade da vazão média será de 318 litros/segundo e a vazão máxima horária será de 556 litros/segundo.

Compartilhar: