Paróquia promove micareta católica nas Rocas no próximo sábado

Organizadores do Sacra Fest esperam reunir cerca de 1.200 foliões

Sacrafest2

Trio elétrico, percurso de rua, cordão de isolamento e abadás. A Paróquia da Sagrada Família, na zona Leste de Natal, vai realizar no próximo sábado (17) um carnaval católico fora de época. “A proposta é levar uma mensagem de alegria, especialmente para os jovens, mas é claro que pessoas de outras idades podem participar. Vamos mostrar que é possível festejar com alegria, sem drogas, e louvar a Deus”, declarou o padre César Luiz de Lima Morais, vigário da paróquia.

Este é o terceiro ano do evento que começou com a presença de cerca de 800 foliões conforme contou o padre. Em 2014, a organização da micareta espera algo em torno de 1.200 pessoas. O abadá é vendido por R$ 15,00 na secretaria da Paróquia, localizada na rua São Sebastião, sem número, em frente a Feira das Rocas. O dinheiro vai para o pagamento das despesas com as bandas, o trio elétrico e confecção dos abadás.

Quem já comprou com antecedência, já pode trocar o seu “vale abadá” pelo uniforme da folia. Mas as vendas seguem até o sábado, dia do evento. De acordo com o vigário, o lema da festa este ano é “No ritmo da copa, damos um drible nas drogas”. Apesar do cordão de isolamento, o vigário conta que muitas pessoas também acompanham o bloco fora do cordão.

A concentração da festa ocorrerá por volta das 15h do sábado em frente ao posto do INSS no bairro da Ribeira inicialmente com a banda Solideo. Por volta das 16h, a banda Divina Luz assume o agito cristão e começa o percurso entre os bairros das Rocas, Praia do Meio e Santos Reis. A Paróquia da Sagrada Família abrange todos esses bairros.

Contato com Deus

Para o padre, o grande diferencial de uma micareta católica é a ausência de bebidas alcoólicas. No entanto, as músicas e as intenções dos foliões, em geral, não são muito as mesmas que se tem durante outros tipos de festa não católicas. Em vez de contato com o corpo do outro, o foco é o contato com Deus de maneira menos tradicional.

Quando se pergunta se existe a possibilidade de namorar durante o Sacra Fest, o padre responde: “creio que as pessoas que vão para a micareta católica, não vão com esse objetivo. No Carnatal, existem músicas que estimulam isso. No Sacra Fest, as músicas falam sobre o amor de Deus. Muitos casais vão juntos, mas para louvar”.

O padre destaca que o principal objetivo do evento é evangelizar, levar mais jovens para a Igreja. “Até jovens que não estão participando com frequência das missas, estão se interessando pelo evento”, falou. Segundo ele, uma jovem que canta na Igreja disse que os colegas da academia já se interessaram do evento.

Com a Renovação Carismática, movimento iniciado nos anos de 1970, as maneiras de expressão da fé se diversificaram na Igreja Católica. A preocupação em manter e conquistar os jovens no catolicismo tornou-se uma prioridade para a Santa Sé. As micaretas são fruto dessas novas modalidades de expressão de fé “até porque é um modo jovem de participação na Igreja, e não e sério de participar”, completou o sacerdote.

Compartilhar:
    Publicidade