Parte de ponte cede em Paris sob peso dos “cadeados do amor”

O local teve de ser evacuado; ninguém ficou ferido

A "Pont des Arts"  é conhecida pelos "cadeados de amor" que os casais deixam presos ao longo de suas grades como símbolo de sua união. Foto: Divulgação
A “Pont des Arts” é conhecida pelos “cadeados de amor” que os casais deixam presos ao longo de suas grades como símbolo de sua união. Foto: Divulgação

Parte do alambrado da parisiense Pont des Arts, onde os turistas colocam os chamados “cadeados do amor” aos milhares, desabou na tarde de domingo, o que fez a ponte de ser evacuada.

Segundo a polícia parisiense, o incidente não causou vítimas.

A prefeitura está investigando as causas do desabamento.

A “Pont des Arts” ou “Passerelle des Arts”, que atravessa o rio Sena na altura do Museu do de Paris, é conhecida em todo o mundo pelos milhares de “cadeados de amor” que os casais deixam presos ao longo de suas grades como símbolo de sua união, e depois jogam a chave nas águas.

Muitos reclamam desse hábito, alegando que atentam contra a segurança dos habitantes e a qualidade de vida da cidade.

Lisa Anselmo e Lisa Taylor Huff , duas americanas radicadas na capital francesa, lançaram no fim de março um abaixo-assinado para proibir os “cadeados do amor” em todas as pontes e monumentos da cidade – muitos deles tombados pelo patrimônio histórico e cultural.

Para as americanas o costume não passa de depredação da paisagem de Paris, “privando os parisienses de qualidade de vida nos espaços públicos” e poluindo o rio Sena “com as milhares de chaves que são lançadas”.

Em 2013 um vereador parisiense já havia pedido a proibição da prática, alegando que o peso põe em risco a estrutura das pontes.

Recentemente, foram encontrados cerca de 40 cadeados presos no ponto mais alto da Tour Eiffel.

Fonte: Terra

Compartilhar: