Pasadenagate: prevaricação de Dilma

Por Ucho Haddad É grande a movimentação nos bastidores do desgoverno de Dilma Vana Rousseff para barrar a criação da…

Por Ucho Haddad

É grande a movimentação nos bastidores do desgoverno de Dilma Vana Rousseff para barrar a criação da CPI da Petrobras, cujo objetivo é investigar a bisonha aquisição da refinaria de Pasadena (Texas) e os muitos escândalos que emolduram a petroleira nacional.

O desespero que tomou conta dos palacianos é tamanho, que por ordem de Dilma a Petrobras decidiu criar, na última segunda-feira (24), uma comissão interna para investigar a compra superfaturada da obsoleta refinaria norte-americana. Isso se dá oito anos após a concretização do negócio, o que mostra que há muita coisa errada por trás da transação.

A decisão de criar a tal comissão foi tomada pela presidente da estatal, Maria das Graças Foster, que errou ao não adotar medidas contra um inexplicável descalabro. “Ontem (segunda-feira), tomamos a decisão de abrir uma comissão de apuração interna. Isso é extremamente importante.

Temos até 45 dias para nos manifestar sobre uma série de processos que já estavam em avaliação de forma administrativa. Essa comissão não foi aberta para saber se a cláusula devia ou não estar no resumo executivo. Não é preciso fazer uma comissão para se chegar à conclusão sobre a importância de tê-las no resumo executivo”, disse Foster ao jornal “O Globo”.

O caso da refinaria de Pasadena é um escândalo sem precedentes, que confirma a ousadia da quadrilha que se instalou no poder central, mas é a ponta de um iceberg formado por água fétida e lamacenta.

Há na seara da Petrobras um sem fim de imbróglios, como, por exemplo, a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, cuja previsão inicial de gatos era de US$ 2,5 bilhões, mas já chegou em US$ 18 bilhões e podendo avançar ainda mais.

Especialistas nos setor afirmam que a refinaria pernambucana, que deveria ser erguida em parceria com a Venezuela, pode custar ao povo brasileiro a bagatela de R$ 50 bilhões (US$ 20 bilhões).

Um grupo de parlamentares acionou, na terça-feira (25), a Procuradoria-Geral da República para que a presidente Dilma seja investigada no vácuo do escândalo, assunto que caiu como bomba no Palácio do Planalto.

A decisão sobre processar ou não cabe ao procurador Rodrigo Janot, que tem nesse caso a oportunidade de mostrar a que veio e confirmar a independência do Ministério Público Federal.

Em qualquer país minimamente sério, Dilma e seus pares no Conselho de Administração da Petrobras, que endossaram a compra da refinaria de Pasadena, já estariam presos.

Não custa lembrar que nos casos de fraudes fiscais patrocinados por empresas norte-americanas, muitos executivos deixaram os prédios das companhias algemados e ladeados por agentes do FBI, com direito a divulgação das imagens na imprensa e na rede mundial de computadores.

No Brasil, fossem as autoridades cumpridoras do dever e imbuídas de coragem, Dilma Rousseff já estaria respondendo na Justiça pelo crime de prevaricação (artigo 319 do Código Penal Brasileiro). (UH em www.ucho.info)

 

Ibope

A quem interessar possa, o instituto de Carlos Montenegro registrou pesquisa nacional e algumas regionais (principalmente no Nordeste) na Justiça Eleitoral. Ontem, no site oficial do Tribunal Superior Eleitoral, estavam devidamente citadas as pesquisas.

CPI da Petrobras

Foi fundamental a participação da bancada do PSB no Senado para a aprovação da CPI que investigará a compra da refinaria de Pasadena e que gerou um rombo bilionário na Petrobras. Cada dia Eduardo Campos se distancia de Lula e de Dilma Rousseff.

Deu na Folha

“Crucial para que o número mínimo de assinaturas fosse atingido, o PSB só assinou em peso o pedido por pressão de Eduardo Campos. Parte da bancada resistiu temendo retaliações do Planalto nas costuras estaduais para as eleições de outubro”.

Carnajoão

Amanhã o PMDB e o PSB lançarão a chapa com Henrique Alves para governador e Wilma de Faria para senadora. Já o candidato a vice, João Maia, só será anunciado dia 5 de abril, numa grande festa do PR. É a primeira vez que vice tem lançamento solo.

PT e Robinson

Mais uma vez, o deputado Fernando Mineiro explicita nas redes sociais que o único interesse do PT é eleger Fátima Bezerra ao Senado. Em resposta a um seguidor no Twitter, Mineiro postou ontem: “Bom dia. A prioridade do PT é o Senado”.

Voto capital

Tanto Henrique Alves quanto Garibaldi Filho sabem da perda que foi ter deixado Robinson Faria formar chapa com o PT. O líder do PSD tem um capital de votos bem maior que outros parceiros e larga na campanha com mais de 20 pontos nas pesquisas.

Rosalba

Uma nota de página na Folha de S. Paulo remete às chances de Rosalba Ciarlini em reduzir a rejeição durante a campanha. São 95% das cidades potiguares com problemas de água e o governo com carta branca (sem licitação) para chegar com a “ajuda”.

Comunicação

A campanha eleitoral de outubro será a primeira a contar com grupos específicos para tocar a comunicação nas redes sociais e na blogosfera, de forma profissional e com verba própria. Principalmente em relação às candidaturas majoritárias.

Propaganda

Definidas as três agências de publicidade que administrarão a propaganda oficial da Assembleia Legislativa, cuja licitação acaba de ser atualizada. Tocarão a política de comunicação da casa as empresas vencedoras Armação, Art & C e Criola.

Belchior revisitado

Um dos mais criativos e ecléticos compositores brasileiros, o cearense Belchior, que emplacou sucessos nos anos 1970 e fez a cabeça de algumas gerações, foi homenageado na coletânea “Ainda Somos os Mesmos”, com bandas atuais gravando seus hits.

Compartilhar:
    Publicidade