Paulo da Força Sindical: “Tendência do Solidariedade é apoiar Henrique Alves”

Deputado/sindicalista participa do encontro do partido em Natal e diz que vai intensificar entendimentos com o PMDB a partir de Brasília

Evento do Solidariedade realizado na manhã desta segunda-feira reuniu lideranças políticas do Estado. Discurso de Henrique aumentou especulações de apoio a ele. Foto: Divulgação
Evento do Solidariedade realizado na manhã desta segunda-feira reuniu lideranças políticas do Estado. Discurso de Henrique aumentou especulações de apoio a ele. Foto: Divulgação

Joaquim Pinheiro

Repórter de Política

O Solidariedade, partido presidido no Estado pelo deputado Kelps Lima, poderá ser o próximo a anunciar apoio à chapa liderada pelo deputado Henrique Eduardo, do PMDB, pré-candidato ao Governo do Estado, tendo como companheiro de chapa o deputado João Maia, do PR, e Wilma de Faria, líder do PSB, na condição de candidata à senadora. A aliança política entre Solidariedade e PMDB ficou evidenciada com a ida do deputado Henrique Eduardo ao encontro dos líderes e filiados do Solidariedade, oportunidade em que o presidente da Câmara Federal foi recebido pelo também deputado federal Paulo Pereira, o Paulinho da Força Sindical e o deputado estadual, Kelps Lima, além de outras lideranças, entre elas o vereador Paulinho Freire, ex-prefeito de Natal. “A tendência é o Solidariedade apoiar Henrique Eduardo”, disse o deputado Paulo Pereira, acrescentando que vai intensificar as conversações a partir de Brasília onde convive semanalmente com Henrique Eduardo.

Com o provável apoio do Solidariedade ao nome do deputado Henrique Eduardo para governador, aumenta o número de partidos que anunciaram ou admitem apoio ao projeto do PMDB de chegar ao Governo do Estado a partir do próximo ano. Já estão certos na aliança, por exemplo, partidos como o PSB, que indicará Wilma de Faria para compor a chapa na condição de candidata à senadora, o PR, que apresentará João Maia para companheiro de chapa com Henrique Eduardo, o PV, do senador Paulo Davim, que declarou de público o apoio ao PMDB e o PPS, partido presidido no Estado pelo ex-deputado Wober Júnior. O PDT, liderado no Rio Grande do Norte pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo, também deverá anunciar nos próximos dias que fará aliança com o PMDB, a exemplo do P C do B, presidido pelo funcionário público, Antenor Roberto, partido que tem como representante na Câmara Municipal de Natal o vereador George Câmara.

PROS

Outro importante partido no contexto da política no momento – o PROS – presidido pelo vereador Rafael Motta e liderado no Estado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, é outro provável aliado do PMDB na eleição deste ano. Além do presidente do Poder Legislativo, o PROS, presidido nacionalmente pelo governador do Ceará, Cid Gomes, tem como representantes na Assembleia Legislativa os deputados, Raimundo Fernandes, Vivaldo Costa, Gustavo Carvalho e Ezequiel Ferreira de Souza. Na Câmara Municipal de Natal, o PROS conta com os vereadores, Rafael Motta, Paulinho Freire, Ary Gomes, Chagas Catarino e Albert Dickson, atual presidente do Poder Legislativo Municipal.

Compartilhar: