PC do B apoia majoritária que ajude chapa proporcional o partido em outubro

PC do B oferecerá uma nominata na chapa proporcional que sozinho atingirá o coeficiente de 70 mil votos aproximadamente

Empresário Sérgio Alves, que será candidato a deputado estadual e o presidente do partido no RN, Antenor Roberto. Foto: Wellington Rocha
Empresário Sérgio Alves, que será candidato a deputado estadual e o presidente do partido no RN, Antenor Roberto. Foto: Wellington Rocha

O presidente do Diretório Estadual do PC do B, Antenor Roberto, informou na manhã deste sábado que o partido irá priorizar o palanque majoritário na sucessão estadual que acomode o projeto do PC do B na chapa proporcional e que a tendência é efetivar uma coligação com PT do B e PHS, além do PT, partido que segundo ele, já manteve entendimentos preliminares. Antenor Roberto disse ainda, que o PC do B oferecerá uma nominata na chapa proporcional que sozinho atingirá o coeficiente de 70 mil votos aproximadamente, entretanto, entende que o ideal é estabelecer uma coligação com outras legendas, segundo ele, até como forma de votivação para os demais candidatos.

Ao avaliar o processo sucessório estadual o presidente do PC do B, que compareceu a ´O JORNAL DE HOJE acompanhado do pré-candidato a deputado estadual, Sérgio Alves, entende que a eleição deste ano será repleta de contradições. E exemplifica: “Wilma de Faria é o nome mais forte eleitoralmente para o Governo do Estado, mas não está posta para disputar o cargo. O PMDB diz que tem força eleitoral, entretanto, ainda não assumiu qual é o nome para disputar o pleito. Os possíveis candidatos não terão discurso de oposição. O senador José Agripino, que vai se aliar ao PMDB, nega a sigla à governadora Rosalba Ciarlini, que é do seu partido, o DEM”, exemplifica, acrescentando que a expectativa é de que muita coisa ainda vai acontecer e que as chapas só serão consolidadas na convenção dos partidos. “O jogo não está jogado, mas existe a perspectiva de 2 palanques – o do PMDB, que ainda não divulgou o nome do seu candidato – e o de Robinson Faria.

O pré-candidato a deputado estadual do PC do B, Sérgio Alves, interpreta que o candidato do PMDB será mesmo o deputado federal, Henrique Eduardo, que segundo ele, já é admitida pelo próprio presidente da Câmara Federal em recentes encontros. “O discurso de Henrique é de candidato a governador, tendo como destaque o desejo de formar uma grande coalizão de partidos para recuperar o Rio Grande e colocar o Estado no caminho do desenvolvimento. No entendimento do deputado Henrique, não é hora de divisão nem de partidarização, mas de unir esforços para tirar o Rio Grande do Norte das dificuldades em que se encontra”, observa o pré-candidato peemedebista.

PC do B COMEMORA 92 ANOS

Os líderes do partido, Antenor Roberto e Sérgio Alves anunciam que na próxima segunda-feira haverá uma sessão solene na Assembleia Legislativa para comemorar os 92 anos do Partido Comunista do Brasil. Antenor Roberto disse que nesse período o PC do B construiu uma identidade política de um partido que adota a defesa do socialismo como estratégia e no plano da tática participa de alianças dentro da realidade do quadro político nacional. Ele destaca 2 momentos importantes do partido – a luta pela redemocratização e o apoio aos governos, Lula e Dilma, que segundo ele, tem levado avanços importantes no campo social para a sociedade brasileira. “O PC do B defende um grande programa de integração do País, com construção de estradas, rodovias, ferrovias e hidrovias”, disse ele, defendendo também, mais investimentos para a Amazônia e ampliação de programas como o Mais Médicos, por exemplo.

Compartilhar:
    Publicidade