PCC faz plano audacioso para resgatar Marcola e outros 3 líderes da facção

Esquema, que inclui três aeronaves, está descrito em relatório sigiloso preparado pela inteligência das Polícias Civil e Militar e pelo Ministério Público Estadual. Documento está nas mãos da Justiça

Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola. Foto:Divulgação
Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola. Foto:Divulgação

Um avião Cessna 510, um helicóptero Bell e um Esquilo blindado, com a cores da Polícia Militar e armado com uma metralhadora calibre .30. Esses são alguns dos equipamentos que o Primeiro Comando da Capital (PCC) está reunindo para o mais audacioso plano de fuga já montado pela facção: o resgate de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, e outros três líderes da organização criminosa.

As informações estão em um relatório sigiloso preparado pela inteligência das Polícias Civil e Militar e pelo Ministério Público Estadual (MPE), em mãos da Justiça de São Paulo. Para que o o plano dê certo, três integrantes da facção tiveram aulas de voo em 2013 no Aeroporto do Campo de Marte, na zona norte de São Paulo. O professor dos criminosos foi, segundo o relatório, Alexandre José de Oliveira Junior, copiloto do helicóptero do deputado federal Gustavo Perrella (SDD-MG).

Oliveira Junior foi preso em 25 de novembro de 2013 no Espírito Santos pela Polícia Federal, quando descarregava 450 quilos de cocaína de um helicóptero – a aeronave pertencia ao deputado federal Gustavo Perrella (SDD-MG).

O plano começou a ser montado pela facção criminosa em janeiro do ano passado, em uma base montada na cidade de Porto Rico, no Paraná.

Fonte:Estadão

Compartilhar: