Pernambucano Raphael Assunção desafia o campeão Renan Barão

Mal comemorou a primeira defesa de cinturão do peso galo, contra Urijah Faber, em Newark, Renan Barão já foi desafiado no UFC

O atleta Raphael Assunção, que ficou sem adversário na edição 170, em 22 deste mês, em Las Vegas, depois da lesão de Francisco Rivera, espera ser convocado para uma luta pelo título diante do campeão Renan Barão. O atleta de Recife, que vem de cinco triunfos consecutivos no peso galo, disse que merece a chance de ser o desafiante do potiguar.

“Eu quero minha disputa de título contra o Barão. Eu sou o único lutador peso galo invicto que não teve a chance de disputar o cinturão. Sou o número 3 da divisão e vou pedir essa luta à organização”, afirmou o pernambucano ao site MMA Fighting. Ele ganhou os cinco combates pela categoria, o último diante de TJ Dillashaw, por decisão unânime, no UFC em Barueri, em outubro de 2012.

Raphael Assunção depois da vitória sobre Dillashaw, em Barueri: desafio lançado a Renan Barão. Foto: Divulgação
Raphael Assunção depois da vitória sobre Dillashaw, em Barueri: desafio lançado a Renan Barão. Foto: Divulgação

Raphael Assunção não conta mais com a luta no UFC 170 e disse que poderia ter mais tempo de preparação para encarar o atual campeão. “Barão não se machucou na luta contra Faber e posso ser um novo desafio para ele. Eu lesionei o meu ombro, passei por fisioterapia durante um mês e estava totalmente recuperado para lutar agora. Seria maravilhoso ter um camping completo de treinos para desafiar Barão”, enfatizou. “Dominick Cruz está machucado. Urijah Faber, Eddie Wineland e Michael McDonald já lutaram contra o Barão. Eu posso disputar uma luta diferente contra ele”, acrescentou o pernambucano, derrotado apenas uma vez no UFC, para Eric Koch, por nocaute, na edição 128, quando veio do extinto WEC ainda como peso pena. Depois, ele ganhou os cinco duelos na categoria galo.

Compartilhar:
    Publicidade