Pesquisa afirma que maconha pode causar insônia e sonolência diurna

Quadro seria ainda mais grave para pessoas que começaram a usar a droga ainda na adolescência

2013_646080222-2013_634933187-2013_633467525-20130731143604910ap.jpg_2013073

Uso histórico de maconha pode privar horas de sono diárias no fumante, causando complicações à saúde no futuro. Essa foi a principal conclusão de um estudo feito por pesquisadores da Universidade da Pennsylvania. O quadro poderia ser constatado mesmo entre pessoas que já abandonaram a droga.

O estudo baseou-se no comportamento de 1.811 pessoas, entre usuários e ex-usuários. Os que ainda utilizam a maconha apresentaram altos índices de insônia e sonolência comparado com não-usuários. O cenário seria ainda mais grave nos casos em que o uso da droga tenha começado ainda na adolescência.

Aqueles que começaram a usar desde antes dos 15 anos, por exemplo, tiveram uma incidência duas vezes maior de perda de sono, mesmo que depois as pessoas tenham abandonado a droga. Esse dado surpreendeu os cientistas.

A pesquisa pode quebrar o paradigma de que o uso da maconha antes de dormir poderia relaxar o usuário e garantir uma boa noite de sono.

 

Fonte: O Globo

Compartilhar:
    Publicidade