Petrobras: “Nós não temos medo de investigação”, declara Fátima Bezerra

Fátima criticou os ataques diários que a mídia conservadora, aliada da oposição vem realizando contra a Petrobras

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A deputada Fátima Bezerra (PT/RN) disse na última terça-feira (15), no plenário da Câmara, que em relação a Petrobras, o governo e o partido não tem medo de investigação. “Os próprios órgãos do Governo, como Polícia Federal, CGU, associados ao Ministério Público Federal e Tribunal de Contas da União, estão investigando. Pedidos inclusive de CPI tramitam aqui nesta Casa”, proferiu.

Fátima criticou os ataques diários que a mídia conservadora- aliada da oposição vem realizando contra a Petrobras. “A oposição, mais uma vez, usa a Petrobras como alvo de disputas políticas em um ano eleitoral. Na verdade, por trás desses ataques, estão as mesmas ladainhas dos que sonham com a retomada da agenda neoliberal e a consequente privatização da maior empresa da América Latina, que é a nossa Petrobras. Mas eu quero dizer que esses sonhos serão frustrados, mais uma vez, nas eleições de outubro. Quem viver verá”, declarou. “Nós vamos defender SIM a Petrobras. Atacar a Petrobras é atacar a soberania nacional. Defender a Petrobras é defender o Brasil e o povo brasileiro, que com muito suor ergueu novamente a nossa Petrobras”, completou.

Fátima informou ainda que no próximo dia 23, às 15h, na Câmara dos Deputados, será realizado mais um ato em defesa da Petrobras – patrimônio nacional.

Fique por dentro

A Petrobras é composta por 133 plataformas, 41 sondas de perfuração e 361 barcos de apoio. Em 2003, a empresa valia R$ 15,5 bilhões e, hoje, mesmo com toda crise internacional, o valor de mercado chega a R$ 98 bilhões. Ao longo do governo do presidente Lula e da presidenta Dilma, a Petrobras gerou empregou, renda e agora depositará parte dos recursos oriundos do pré-sal para as duas áreas mais estratégica do país – Educação e Saúde.

 

Compartilhar:
    Publicidade