Pimenta faz bem ao coração. A propósito, você sabe porque ela arde?

O segredo dos seus olhos lacrimejantes está nos pontos brancos no interior da malvada. Veja quais são as mais ardidas do mundo

65u54u45

Por causa da capsaicina, substância concentrada na placenta, parte branca onde as sementes da pimenta estão presas. Mas apesar de ser responsável pelo ardido, a capsaicina não tem sabor nem cheiro. Ela funciona como um estimulador.

Assim que é ingerida, estimula as células nervosas da boca e envia uma mensagem de desconforto ao nervo trigêmeo, que faz os olhos lacrimejarem e irrita o nariz.

A intensidade dos sintomas varia pois depende do tipo e da concentração de capsaicina, diz a pesquisadora da Embrapa Hortaliças Claudia Sila Ribeiro.

É por isso que pimenta malagueta arde mais que a dedo-de-moça, por exemplo. E há um termômetro de ardência com uma medida específica, a Unidade de Calor Scoville (SHU). Wilbur L. Scoville foi o farmacologista que descobriu o grau de ardor da pimenta, em 1912. A trinidad moruga scorpion é a mais ardida do mundo, e serve para fazer molhos como o chili.

Veja mais no ranking ao lado:

Ardômetro
Acha jalapeño ardida? Dá para ser bem pior

1. Pimentão - Zero SHU
(América Central e América do Sul)

2. Biquinho Doce – Zero SHU
(Minas Gerais)

3. Jalapeño – 30 mil SHU
(México)

4. Dedo-de-Moça – 40 mil SHU
(Brasil)

5. Malagueta – 190 mil SHU
(Angola, Cabo Verde, Moçambique e Portugal. No Brasil, é mais comum em MG e GO)

6. Cumari-do-Pará – 210 mil SHU
(Amazônia)

7. Murupi – 220 mil SHU
(Amazonas e Pará)

8. Habanero – 300 mil SHU
(México e Caribe)

9. Bhut Jolokia – 1 milhão SHU
(Índia)

10. Trinidad Moruga Scorpion – + de 1,2 milhão SHU
(Trinidad e Tobago)

 

Fonte: Superinteressante

 

Compartilhar: