Pistorius nega ter feito aulas de teatro para encenar no julgamento

A colunista disse ter a informação de que o corredor foi instruído por um amigo ator a encenar seu testemunho.

Pistorius chorou por diversas vezes durante julgamento. Foto: Divulgação
Pistorius chorou por diversas vezes durante julgamento. Foto: Divulgação

Acusado pela colunista sul-africana Jani Allan de ter feito aulas de teatro para encenar no julgamento da morte de sua namorada Reeva Steenkamp, o atleta sul-africano Oscar Pistorius negou, por meio da porta-voz de sua família, que tenha procurado ajuda para comover jurados. A colunista disse ter a informação de que o corredor foi instruído por um amigo ator a encenar seu testemunho.

“Negamos que nosso cliente tenha recebido aulas de interpretação ou qualquer forma de treinamento emocional. Este tipo de comentário burla a enorme tragédia humana que atinge a família Steenkamp, o nosso cliente e sua família”, disse.

Pistorius encerrou na última terça-feira seu testemunho perante o Superior Tribunal de Pretória lendo em tom emocionado uma mensagem de amor escrita para ele no dia crime (14 de fevereiro de 2013). No dia seguinte o juiz do caso adiou a sequência do julgamento para 5 de maio.

Fonte: Terra

Compartilhar: